Coluna: ex-homem forte de Edmundo Pinto demitido no GDF

De volta   

Luiz Carlos Pitiman (aquele da Casa Civil do governo Edmundo Pinto) está de volta à sua cadeira de deputado federal pelo PMDB. Pitiman pediu demissão do cargo de secretário de Obras do Distrito Federal porque teria sido descartado da equipe responsável pela magnífica obra do Estádio de Brasília, que deve sediar a abertura da Copa do Mundo de 2014.

* O pedido foi aceito na hora pelo governador Agnelo Queiroz e o seu padrinho político, o vice-governador, Tadeu Filipelli, teria lavado as mãos sobre o assunto.

De saída

Dizem que Pitiman (agora ele escreve assim) não foi sequer consultado sobre a escolha do sucessor. Para ele, o recado é claro. Não faz mais parte da corrente que elegeu Agnelo Queiroz e que participa de seu governo.

* É evidente que, nessas condições, fortalecem-se muito as possibilidades de que Pitiman procure uma nova alternativa partidária. O PSD pode ser uma opção. Mas não é a única.

Filiação no PSOL      

O senador Randolfe Rodrigues, do Amapá, e o presidente nacional do PSOL, Afrânio Boppré, chegam ao Acre no próximo dia 26 para prestigiar a filiação da sindicalista Dercy Teles, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Xapuri.

* Dercy dirige um sindicato que se tornou conhecido em várias partes do mundo por causa da luta do líder sindical e ecologista Chico Mendes. Ela chegou a presidir de 1981 a 1982 a entidade antes mesmo do ambientalista.

Procurador Municipal             

O deputado Taumaturgo Lima protocolou requerimento interno na Mesa Diretora da Câmara para que seja incluída na Ordem do Dia a PEC 153.

* A referida proposta objetiva regulamentar a carreira de Procurador Municipal.

Mudança de data

Já o deputado Flaviano Melo ingressou junto à Mesa Diretora da Câmara, com uma PEC que altera as datas de posse do presidente e do vice-presidente da República, governadores e vice-governadores, senadores, deputados federais, distritais e estaduais.

* Atualmente, a posse do presidente e vice assim como governadores e vices se dá no mesmo dia, ou seja, a 1° de janeiro do ano posterior às eleições.

Mais denúncias                             

O ministro-chefe da Controladoria-Geral da União, Jorge Hage, instaurou auditoria para apurar denúncias recebidas na CGU e outras veiculadas pela imprensa nos últimos dias, envolvendo a Conab e o Ministério da Agricultura.

* Segundo nota, o ministro Wagner Rossi, da Agricultura, já se colocou à inteira disposição da Controladoria para todas as informações necessárias.

Reforma política  

O Congresso retomará na próxima semana as discussões sobre a Reforma Política. Mudanças nas datas das posses, na duração dos mandatos e no sistema de coligações partidárias são assuntos que tomarão conta dos noticiários.

* Vale ressaltar que as mudanças políticas até que avançaram no primeiro semestre. Resta saber agora…

Exclusivo        

No Senado, segundo o site Congresso em Foco, oito diferentes ações questionam gastos com pessoal, incluindo os supersalários. Até servidores afastados do trabalho ganhavam hora extra.

* O Ministério Público ainda avalia se pedirá ressarcimento aos cofres públicos.

[publicada originalmente em agazetanet]