Governo quer reduzir 20% do consumo de energia nos prédios públicos

Para estimular o uso racional de energia e reduzir gastos públicos, o governo do Acre lançou esta semana o programa de Eficiência e Racionalização de Energia Elétrica dos Prédios Públicos. A assinatura do decreto aconteceu na sede da Agência Reguladora dos Serviços Públicos do Estado do Acre (Ageac) e contou com a presença do diretor-geral da Agência,

energiaageac_foto_gleilson_miranda_08Vanderlei Valente (foto), do superintendente de Relações Institucionais da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Hércio Brandão, e de outras autoridades do Estado.

O diretor da Agência Reguladora do Estado, Vanderlei Valente, explica que nesta quinta-feira o governo promove dois atos: a assinatura do decreto do programa de redução de energia nos prédios e logradouros públicos e o início do processo de um convênio com a Aneel.

“Este momento celebra a implantação do programa de Eficiência Energética para as contas públicas do governo do Estado, e também estamos aqui com o superintendente de Relações Institucionais da Aneel, que irá nos colocar as condições para um convênio futuro para que a Ageac possa ter a autoridade, delegada pela Aneel, que nos permita controlar e fiscalizar as atividades da Eletrobras aqui no Acre”, detalha Valente.

Participação do servidor será essencial

Entre as metas do programa de Eficiência e Racionalização de energia estão a de reduzir em 20% o consumo de energia em até dois anos e estimular medidas de conscientização contra o desperdício, entre outras.

O vice-governador César Messias observa que o programa tem metas ousadas, mas assegura que o Estado vai cumpri-las à risca.

“Nós vamos contribuir para a economia de gastos dos cofres públicos, vamos diminuir nossas despesas de consumo, de manutenção da máquina pública e também contribuir com o meio ambiente”, avalia o vice-governador.

César Messias destaca que um governo que se compromete em reduzir gastos de consumo de energia elétrica mostra sua seriedade. “Tenho certeza de que, com o apoio dos técnicos e funcionários da Ageac e a colaboração de todos os servidores públicos, o Acre vai atingir essa meta.”