Liberados suspeitos da morte de estudante

A polícia liberou dois dos quatro suspeitos de participarem da morte da menina Olizângela da Silva Lopes, 17 anos, cujo corpo foi encontrado na última quinta-feira, 11, num terreno baldio da estrada do Amapá. 

Tarciane Silva Gomes, 18 anos, esposa de Jaisson da Silva Bezerra, 23, conseguiu provar que estava numa fazenda e o álibi a credenciou para que ela fosse liberada. Sebastião Maciel de Moura, o “Barriga”, 32, apesar de ainda ser investigado, vai ficar sob liberdade vigiada.  

Com a liberação deles cai para dois o número de suspeitos presos neste caso. Permanecem presos, Jaisson da Silva Bezerra, 23, esposo de Tarciane e que era namorado da vítima e Erenilson Nascimento dos Santos, 32 anos, filho do sargento Bispo, dono da propriedade rural, onde o corpo da jovem foi encontrado.