Acre terá internet do Sipam para ampliar segurança no interior

O diretor-geral do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), Rogério Guedes Soares, assegurou ao governador Tião Viana a disponibilização de sua rede de dados da internet para que a Secretaria de Segurança Pública repasse informações policiais e judiciais aos órgãos de segurança localizados nos municípios do interior do Estado.

internetdiretor_do_sipam_rogrio_soares_dir._explica_atribuies_do_rgo_ao_governador_tio_viana_foto_romerito_aquinoCom a disponibilidade de links de satélite do Sipam para acessar a internet, as Delegacias de Polícia e os batalhões da Polícia Militar dos municípios acreanos mais isolados vão poder acessar os dados disponibilizados pelo Sistema Integrado de Gestão Operacional (Sigo) do Estado.  

O Sigo é  o sistema de coleta, tratamento e convergência das informações das polícias Militar, Civil, Técnica e Científica, dos centros de atendimentos emergenciais, do Poder Judiciário e do aparato prisional. O sistema adota normas e práticas operacionais que mudam a maneira como são conduzidos os procedimentos, interligando-os e unificando-os de ponta a ponta.  

Após ouvir do diretor do Sipam ampla explanação do papel do órgão como articulador, planejador e coordenador de ações globais de governo na Amazônia Legal com o fim de promover a proteção, a inclusão social e o desenvolvimento sustentável da região, o governador Tião Viana agradeceu a ajuda do Sipam para colaborar com a segurança pública e o desenvolvimento do Estado.  

“É um belíssimo trabalho que o Sipam executa em favor de nossa Amazônia. É um trabalho que usa a tecnologia do século 21 para controlar e combater o movimento que possa comprometer a segurança da vida amazônica, os seus recursos naturais e minerais e outras atividades que ameaçam a integridade da região, como o narcotráfico”, assinalou o governador, que estava acompanhado do deputado federal Taumaturgo Lima, do secretário de Segurança, Reni Graebner, e do coordenador do governo do Acre em Brasília, Carlos Rebello.  

O diretor-geral da Sipam assinalou que a instituição “vai atuar de forma integrada e colaborativa com os governos dos Estados no combate ao desmatamento, ao narcotráfico e ao garimpo, além de colaborarmos para a regularização fundiária nos Estados”. O Sipamestá avaliando tecnicamente o pedido do Acre para definir a quantidade de antenas versáteis que serão usadas pela segurança do Estado para possibilitar o acesso dos municípios do interior à internet.  

O secretário de Segurança Pública, Reni Graebner, destacou que o número de antenas versáteis ainda está sendo definido pelo órgão, “mas certamente a instituição vai nos ofertar uma boa quantidade de antenas para melhorar nossas comunicações com o interior”. “O nosso pedido foi especialmente para todos os municípios das regiões de fronteira do Estado. Dependemos da avaliação técnica o Sipam, que vai nos ajudar a impulsionar enormemente os avanços na segurança em todo o Estado”, assinalou Grabner.  

Segundo o secretário de Segurança, o apoio do Sipam será de fundamental importância não só para a segurança pública, mas para todo o desenvolvimento do Estado, principalmente em seus municípios do interior, “onde nós não temos comunicações eficientes para transmissão de dados e o monitoramento de todas as situações que acontecem”, assinalou.

Providências contra apagões

Outra agenda cumprida pelo governador Tião Viana em Brasília foi a audiência que manteve com o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, para falar do fluxo de recursos do órgão que vai permitir que o governo do Estado conclua a pavimentação da rodovia BR-364 no próximo ano. 

“O ministro Paulo Sérgio Passos é um exemplo de administrador público na área dos Transportes. Ele está fazendo esforços intensos para assegurar o suporte orçamentário à conclusão da BR-364 no próximo ano. O ministro é um amigo verdadeiro do Acre”, assinalou o governador, que estava acompanhado do secretário de Planejamento, Márcio Veríssimo, do diretor-presidente do Deracre, Marcus Alexandre, e do coordenador do governo do Acre em Brasília, Carlos Rebello.  

Dos Transportes, o governador foi se encontrar com o secretário-executivo do Ministério das Minas e Energia, Márcio Zimmermann, para solicitar providências para pôr fim à instabilidade no fornecimento de energia elétrica de Rio Branco, cuja população tem convivido com seguidas interrupções no fornecimento do serviço nas últimas semanas. 

Presente à  audiência, o diretor Operacional da Eletroacre, Celso Santos, explicou que a Eletronorte e o Operador Nacional do Sistema (ONS) elétrico, que são os proprietários da linha de transmissão na capital do Estado, já realizaram estudos e estão definindo os procedimentos para que a tensão fique melhor e a estabilidade nessa região do Estado melhore. “A Eletroacre também vai instalar em breve bancos de capacitores até o fim de outubro e outros mecanismos de operação para melhorar essa estabilidade que está aparecendo na região de Rio Branco”, assinalou Santos.