Contra apagão capital terá duas usinas termoelétricas

O governador Tião Viana anunciou nesta quarta-feira, 31, o reforço do sistema de energia elétrica de Rio Branco. Durante o período de maior consumo de energia, 8 às 18 horas, serão ligadas duas usinas térmicas com potência de 30 megawatts. Após este horário apenas uma térmica permanecerá ligada.

usinare_comb_usinas_termicas_2O procedimento foi autorizado pelo Ministério de Minas e Energia, e o comunicado foi feito pelo ministro Edison Lobão ao governador no fim da manhã de hoje. A notícia foi acompanhada pelo prefeito de Rio Branco, Raimundo Angelim, e pelo gerente de distribuição de energia da Eletroacre, Celso Mateus.

“A expectativa do governo é de que essa ação dê suporte à situação da energia, que está chegando no Acre com grande oscilação, e que se reduzam as suspensões de energia que tanto têm prejudicado a população acreana. Temos muito a agradecer ao governo da presidente Dilma, que passa a investir mais R$ 6 milhões por mês na geração de energia no Acre”, destacou o governador Tião Viana.

Ainda durante a coletiva, Celso Mateus enfatizou que neste período do ano, em razão da alta temperatura, cresce o consumo de energia elétrica, a linha de transmissão sofre problemas de instabilidade de tensão e o sistema de distribuição se corrói. “A energia que chega a Rio Branco vem da 230, o chamado linhão. A demanda cresce neste período, chegando à demanda de 140 megawatts. Essas duas usinas de geração local suprem de 20 a 30% da carga. Nós, técnicos, acreditamos que com isso acabe o problema de sobrecarga”, disse.

As duas usinas térmicas estão localizadas na Estrada da Invernada e irão permanecer em operação nos horários determinados pelo Ministério das Minas e Energia, até a instalação completa da segunda linha de transmissão.