Acre vai ganhar 20 novas escolas indígenas

Levar o futuro para as aldeias do Acre por meio da educação. Num passado não muito distante isso poderia ser apenas uma utopia, mas agora se torna realidade depois que o governador Tião Viana e o secretário de Educação, Daniel Zen, assinaram a ordem de serviço de construção de 20 escolas indígenas.

Escola-IndigenaO ato aconteceu nesta quarta-feira, 31, na Secretaria Estadual de Educação e contou com a presença de lideranças indígenas.

“São 102 escolas construídas até hoje e desta vez, com grande alegria, nós estamos anunciando 20 novas escolas. Estamos falando de um futuro para as crianças indígenas, com ensino que respeita a sua identidade cultural, seus valores, a sua visão de meio ambiente, de crenças, de ideias, de felicidade. Todos vivendo junto ao ambiente dado por Deus, que é esse jardim chamado Amazônia. Isso significa oportunidade de um mundo melhor, de boas trocas de experiências por um mundo melhor e mais solidário”, afirma Tião Viana.

Entre os líderes presente ao ato histórico para educação indígena estava a índia Francisca Arara. Em depoimento emocionado ela contou que a chegada das escolas nas áreas dos povos indígenas muda a realidade da comunidade depois de décadas de espera.

“Faz 25 anos que a gente esperava a construção de uma escola na nossa terra indígena. Hoje temos 100 alunos, mas não tínhamos escola. Por isso, para nós esse é um momento de muita alegria. Essa oportunidade de estudar chegou no momento certo”, comemora Francisca Arara.

Com a garantia de chegada da escola até a aldeia, a líder indígena ressalta que a comunidade poderá desenvolver outros trabalhos. “Agora vamos capacitar o nosso pessoal na área de português, vamos poder publicar materiais didáticos, a realização de pesquisas e publicações. Isso vai ajudar a fortalecer a nossa cultura”, disse ela.

Edna Xanenawa, que representa outra comunidade indígena, reafirma a importância de ter uma escola direcionada a comunidade indígena. Segundo ela, esse diferencial assegura o fortalecimento da cultura dos povos indígenas.

“Esperamos muito tempo e essa conquista hoje é de grande importância para a comunidade. Por isso, quero agradecer esse apoio que o governador Tião Viana que junto com a equipe dele está dando para nós. Esse é mais um avanço para a conquista do movimento indígena”, destaca Edna Xanenawa.

Ampliação da rede pública de ensino

Daniel Zen explica que no Acre existem 100 escolas indígenas e com a construção das novas unidades o estado terá um aumento de 20% deste total. “É um percentual significativo de ampliação da rede de escolas indígenas que significam mais acesso”, observa.

Contudo, o secretário de Educação avisa que essas unidades serão fiscalizadas durante suas construções para garantir a qualidade das obras.

“Nós sabemos que é um desafio a construção nas aldeias. Nesta época de estiagem é muito bom para iniciar obras, mas em compensação a navegação nos rios fica complicada devido a vazante. Vamos nos manter vigilantes. O que nos tranquiliza é saber que estamos trabalhando com construtoras sérias e comprometidas com a qualidade. Empresas que nos garantiram trabalho com qualidade”, disse o secretário.

O empreiteiro Alan Fonseca, representando as empresas que vão trabalhar na construção das escolas indígenas, confirmou o compromisso que os empresários terão com a qualidade das obras e afiançou que todos terão comprometimento por saber da importância dessas unidades escolares para as comunidades.

“Precisamos ter um padrão de qualidade e zelo pela propriedade pública”, disse Tião Viana aos empreiteiros.

Apoio do Governo Federal

Tião Viana e Daniel Zen lembram que investimento de extrema importância para a inclusão da sociedade é possível graças ao trabalho conjunto entre Governo do Estado e Governo Federal.

“A presidente Dilma facilita a chegada de dinheiro ao Estado e o governo do Acre devolve em benefícios”, observou o governador.

Daniel Zen também agradeceu o apoio da presidente Dilma Rousseff e lembrou os esforços do ministro da Educação, Eduardo Haddad e do presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), José Freitas.

“Os esforços da presidente Dilma, do ministro Haddad e de José Freitas tornam ainda melhores os investimentos e projetos que nós fazendo aqui no Acre. Quem ganha com isso é o povo do Acre”, concluiu o secretário.

foto: ilustração