JV rebate afirmações sobre endividamento do Acre

Em pronunciamento nesta quinta-feira (8), o senador Jorge Viana (PT-AC) rebateu afirmações sobre um pretenso endividamento do Acre, ressaltando que o estado é o único em que o PT exerce o governo pelo quarto mandato consecutivo, o que revela o acerto de uma proposta política praticada há 12 anos que conquistou a confiança da população.

jorgeestaad32d1c2bb69b43fe99c35ab3133e9c31-20110908Jorge Viana disse que as insinuações que circulam no meio político acreano revelam uma atitude irresponsável contra o período especial que vive o Acre. O senador afirmou que, em 1999, quando assumiu o governo local, o Acre era “só problemas”.

À época, disse o senador, o Acre era refém do crime organizado e não pagava há cinco meses o salário de seus funcionários. A dívida atingia R$ 2 bilhões, em valores de hoje, mas o estado não tinha crédito e não arrecadava quase nada, segundo Jorge Viana.

– O trabalho da Frente Popular mudou essa história. Aumentamos a arrecadação nos últimos doze anos. O Acre é o estado mais eficiente na captação de recursos em Brasília, avançando na gestão de seus próprios recursos – afirmou.

Jorge Viana disse ainda que o Acre é um exemplo para o Brasil de como lidar com crédito, e que seus oitos anos no governo local serviram para consolidar o desenvolvimento do estado.

O senador afirmou ainda que ele, o ex-governador Binho Marques e o atual governador Tião Viana, que é seu irmão, não têm qualquer problema para tratar da dívida estadual, “porque tudo o que fizemos e fazemos é com transparência e dentro da lei”.

Em aparte, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) manifestou apoio a Jorge Viana.