Soldados da Borracha: nove esperando por justiça

Neste sábado, 10, pelo menos dois mil Soldados da Borracha, de quase todos os municípios, atenderam ao convite do Siacre (sindicatos da categoria no Acre). O objetivo do encontro foi encontrar um meio

perpetuaDSC_0187 de pressionar o Congresso a votar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que equipara os salários desses heróis da Amazônia aos dos vencimentos dos subtenentes do Exército. Com a medida, os salários passarão de pouco mais de R$ 1,1 mil para R$ 4 mil.

A relatora da matéria é a deputada federal Perpétua Almeida que, junto à senadora do Amazonas, Vanessa Grazziotin têm se destacado em defesa dos direitos desses bravos trabalhadores brasileiros. A proposta dorme na Câmara há nove anos.

-Não é hora de disputa de partidos, É hora de unir forças para votar essa matéria e corrigir uma injustiça – declarou Perpétua.

Existem cadastrados 12 mil Soldados da Borracha. 7900 vivem no Acre.

O encontro que teve apoio da Central de Trabalhadores do Brasil, CTB, contou ainda com o apoio e presenças do senador Sérgio Petecão, do deputado estadual Eduardo Farias, do deputado federal Taumaturgo Filho, e de vereadores do interior.

No final uma carta foi aprovada, assinada, e será entregue à presidenta Dilma e ao presidente da Câmara dos Deputados.