Sucateada, Denfensoria está sem atender há um mês

A Defensoria Pública do município de Sena não vem realizando atendimentos há aproximadamente um mês, motivo: o computador e a impressora do Defensor Público estão quebrados, impossibilitando-o de concluir a grande demanda de trabalho.

O Defensor Michael Marinho é o responsável pela cobertura dos municípios de Sena Madureira e Manoel Urbano. No Estado, para cada 160 mil habitantes existem dois Defensores disponíveis para atendimento. Nestes dois municípios possuem três Juízes.

Para os Defensores, é inadmissível que o terceiro maior município do Estado permaneça tanto tempo sem realizar atendimento em razão de equipamentos quebrados.

Segundo a Defensoria, a população menos favorecida vem sendo bastante prejudicada, pois não dispõe de recursos para pagar um advogado, ficando assim, a mercê da sorte e sem saber a quem recorrer. Muitos, pela necessidade, rompem madrugadas em busca de atendimento, mesmo assim, nem todos conseguem.

No Acre, as dependências de todas as Defensorias Públicas encontram-se deficientes para funcionamento. Os Defensores buscam uma atenção especial por parte do Governo, pois a falta de Defensores, estruturas precárias e escassez de servidores impedem que seja realizado um bom trabalho.

No início do ano, o Governador anunciou que será aberto o edital para concurso público. Há cinco anos não são realizados concursos para Defensores [em 2006 foi o último].

Em 2010, a Defensoria Pública realizou 100.000 (cem mil) atendimentos no Acre. Cerca de 90% dos processos que tramitam nos fóruns do Acre foram através da Defensoria Pública.