Cebola do Peru chega ao Acre pela Transoceânica

A chegada de um caminhão com 25 toneladas de cebola vindas do Peru, pela Transoceânica, para serem comercializadas na rede de Supermercados Araújo, é a concretização de um trabalho envolvendo autoridades acreanas e peruanas, para garantir a integração entre os dois povos. Ainda essa semana devem chegar pelo menos 70 toneladas de alho.

cebolaf._victor_augusto_500O negócio rendeu uma economia de pelo menos 15% só em frete para o Supermercado, garantindo, assim, a redução no preço do produto. “Nós estamos fazendo uma experiência. Tivemos uma economia considerável no frete, o que torna o produto mais barato para o consumidor”, assegurou o gerente de marketing do Araújo, Rodrigo Pires.

A comercialização de produtos pela Transoceânica acontece graças ao empenho das autoridades acreanas e peruanas. Um grupo composto por representantes de vários órgãos trabalha para garantir as condições necessárias para que mais produtos sejam comercializados.

O superintendente do Ministério da Agricultura no Acre, Jorge Hessel, disse que toda a carga é inspecionada, evitando problemas para a saúde da população. Ele assegurou que o órgão está disposto a colaborar para que novas comercializações sejam feitas.

“Enviamos um técnico para fazer a fiscalização da carga em Assis Brasil. Estamos à disposição para garantir que mais produtos sejam comercializados. Tivemos um atraso com essa carga, mas tenho certeza de que os problemas serão solucionados”, afirmou.

A comercialização de produtos do Peru pela Transoceânica tem sido coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio, Serviços, Ciência e Tecnologia (Sedict).