Governo quer ampliar número de vagas no curso de medicina da UFAC

O governador Tião Viana recebeu na tarde desta sexta-feira, 21, o projeto de ampliação do número de vagas do curso de Medicina da Universidade Federal do Acre (Ufac). Ele anunciou que a meta é dobrar a quantidade de cadeiras até julho do próximo ano, passando de 40 para 80 vagas. O deputado federal Sibá Machado se comprometeu a apoiar o desafio e apresentar emendas parlamentares para auxiliar o investimento, que tem custo orçado em R$ 6 milhões.

vagas_para_medicina_foto_sergio_vale_3A ampliação deverá  ser gradual – primeiro para 60 vagas e depois para 80. O projeto precisa da aprovação do Ministério da Educação (MEC), que tem se mostrado sensível à questão do aumento dessa oferta no Brasil.

“A estimativa é de que entre quatro e cinco mil brasileiros cursem medicina fora do Brasil, principalmente em Cuba e Bolívia, e quando retornam enfrentam o problema da validação dos diplomas. Uma maneira de evitar esse transtorno é ampliar o número de vagas. O MEC reconhece essa necessidade, o governo do Estado precisa de mais médicos para a rede pública e a universidade entente que esse é um esforço que precisa ser feito”, disse o doutor Thor Dantas, coordenador do curso de Medicina da Ufac.

Para o governador Tião Viana, o projeto é um desafio que será vencido. “Nós vamos trabalhar para que no próximo ano, no mês de julho, possamos fazer vestibular para as novas vagas do curso de Medicina. Faremos todo o esforço para oferecer o aumento no número de vagas o mais rápido. É um esforço que cabe ao governo e à universidade, e tem o apoio do deputado Sibá Machado”, disse.