Bujari recebe mais de 500 filtros do programa Proacre

Na manhã da última quinta-feita, 27, o governo do Acre, por meio do Programa Integrado de Desenvolvimento Sustentável do Acre (Proacre), entregou 582 filtros de barro às famílias que residem em Bujari.

padeirodsc04268estaCerca de 70% da população do município reside em zona rural e não possui saneamento básico. Os filtros irão beneficiar principalmente aqueles que utilizam água de igarapés e de poços para ingestão diária.

Segundo a secretária de Estado de Saúde, Suely Melo, a ação promovida pelo governo do Estado, em parceria com a prefeitura do Bujari, permite que aqueles que não têm condições financeiras possam adquirir o filtro e garantir o consumo de água com mais qualidade, tratada, ajuda na prevenção de doenças e contaminações, resultando em mais saúde para população.

“Fizemos um levantamento para identificar os municípios mais carentes, ou seja, aqueles que não têm saneamento básico e não dispõem de água potável. Alguns municípios serão beneficiados não só com os filtros, mas também com barcos, carros e equipamentos que facilitem o trabalho dos agentes comunitários em saúde. Essa ação possibilita que a taxa de mortalidade infantil diminua, uma vez que as crianças, ao ingerirem água que não seja tratada, podem adquirir várias doenças, como a hepatite A, por exemplo”, explica Suely.

Vários municípios já foram beneficiados com a entrega desses materiais. São eles: Jordão, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Assis Brasil, Sena Madureira, Santa Rosa e agora Bujari, totalizando 6.600 filtros entregues no Estado. O governo do Acre investiu em 2011 mais de R$ 200 mil na compra dos filtros para distribuir à população.

Qualidade de vida

De acordo com o prefeito do município, João Edivaldo, “essa é uma ação de suma importância para o município, pois a população ingere a água do jeito que vem das torneiras, sem dar conta de que aquele líquido pode estar contaminado com coliformes fecais, além de outros protozoários e bactérias transmitidos pela água. Agora com os filtros, eles poderão tratar a água e evitar doenças”.

Para a secretária de Saúde de Bujari, Antônia Marren, muitas crianças dão entrada nas unidades de saúde com diarreias, dores na barriga e, em muitos casos, são diagnosticadas com doenças oriundas da água contaminada. “Essa é uma oportunidade para as famílias terem melhor qualidade de vida e se prevenirem das doenças de veiculação hídrica”.

A dona de casa Maria Raimunda é mãe de quatro filhos e comenta que eles ficam doentes constantemente.

“Bebemos água de um poço que meu esposo fez, mas há três anos um vizinho construiu uma fossa bem próxima e depois disso as crianças só vivem doentes, já que não temos como comprar água mineral nem mesmo um filtro. Hoje posso contar com o apoio que o governador Tião Viana está nos dando para termos uma água de qualidade em nossa casa e ajudar nossos filhos a  não adoecerem mais”, destaca Raimunda.