Copa Paulo Roberto Paixão

A prefeitura de Sena Madureira por meio da gerência de esporte e lazer realizou na noite de setxa-feira (2) a abertura oficial da primeira Copa de Futsal Paulo Roberto Paixão. A cerimônia aconteceu na quadra poliesportiva Aurino Brito contando com a presença do prefeito Nilson Areal (PR) e a comunidade local presitigiou.

bola-de-futsal-13A competição será disputada nas modalidades masculino e feminino devendo ser encerrada em fevereiro de 2012. Pelo masculino estão inscritos os times: Siqueira Campos, Força Jovem, Radical Art, Cristo Libertador, Feirantes, Sena, Bosque e Cohab/centro. Já pelo feminino: Megaflash, Vênus, Gaivotas, Sena 14, Sena/Cazumbá, Sena/Vitória e Oriaj Fênix.

Ao longo do campeonato praticamente todos os dias da semana serão realizados jogos, exceto na quarta-feira. A cerimônia de abertura foi prestigiada por centenas de torcedores, apesar da chuva que atingiu o município.

O prefeito Nilson Areal, ao usar a palavra, falou da satisfação em estar iniciando mais uma competição esportiva em Sena Madureira. “Trata-se do futsal da primeira divisão que por muitos anos ficou esquecido, mas que foi resgatado em nossa administração. Assim, a prefeitura oferece oprtunidade para nossos jovens á prática do esporte e lazer”, frisou.

13 mil reais de premiação

Durante o evento, Areal também anunciou a premiação que será paga aos vencedores ao final do campeonato. Pelo masculino, o time campeão irá receber 5 mil reais em dinheiro, além de troféus e medalhas; Já o vice-campeão será agraciado com 3 mil reais, troféus e medalhas.

Pelo feminino, o time vencedor ganhará além de troféus e medalhas, a quantia de 3 mil reais e o vice embolsará 2 mil reais. “Essa é uma das maiores premiações do estado. Para se ter uma idéia, são 13 mil reais só em prêmios. Essa é a forma que a prefeitura encontrou de incentivar o esporte em nossa cidade”, comentou.

Homenagem

O campeonato de futsal desse ano tem o nome de Paulo Roberto Paixão. Essa foi uma forma de homenagear um grande desportista de Sena Madureira que faleceu no ano passado.

“Paixão” como era mais conhecido, nasceu ás margens do rio purus e ainda jovem mudou-se para a zona urbana, onde trabalhou por vários anos na Rádio Difusora de Sena Madureira. Sua carreira na comunicação foi iniciada como sonoplasta, mas depois tornou-se repórter esportivo, onde fez muito sucesso.

Aos 33 anos, “Paixão” foi acometido por um tipo de câncer e acabou falecendo. “Além de garantir a inclusão social dos jovens, a copa apresenta essa homenagem ao nosso saudoso Paixão. Um jovem de uma história brilhante que, sem dúvida, deixou seu nome eternizado na história de Sena Madureira”, finalizou Areal.