Morre diplomata brasileira (acreana) que contraiu malária na África

O Itamaraty informou na noite desta segunda-feira que a diplomata brasileira Milena Oliveira de Medeiros, 35 anos, morreu pela manhã, em Brasília, vítima de malária. De acordo com informações da Agência Brasil, a acreana estava internada desde o início de dezembro após retornar de viagem oficial à África. Ela passou uma semana em Malabo, capital da Guiné Equatorial, em missão diplomática no final de novembro.

dplofacebookEm nota, o Ministério das Relações Exteriores diz que Milena “exerceu suas funções com grande dedicação e sentido de dever”. Segundo o Itamaraty, o ministro Antônio Patriota prestou aos familiares suas “condolências e a solidariedade” de todo o corpo de funcionários do ministério. (fotodofacebook)