Empresário de colchões: ‘Edvaldo Magalhães foi fundamental”

A Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Acre, a primeira do Brasil a ser alfandegada, vem despertando o interesse de empresas de vários estados. Na manhã desta sexta-feira, 10, o governador em exercício César Messias e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio, Serviços  (Sedict), Edvaldo Magalhães, se reuniram com o empresário Rogaciano Pereira, que vai instalar uma indústria de colchões na ZPE.

edvaldo_governador_recebe_empresario_foto_gleilson_miranda_01O empresário revelou que já adquiriu o maquinário necessário para a instalação da indústria que terá capacidade inicial de produzir de 800 a mil colchões por dia, gerando pelo menos 100 empregos diretos. “Eu estou motivado com tudo que vi aqui no Acre. O empenho do governo e de toda sua equipe, de maneira especial o secretário Edvaldo Magalhães, foram fundamentais para nossa decisão de instalar uma indústria aqui no Estado. Tenho certeza que seremos grandes parceiros”, disse o empresário.

O empresário garante que a intenção é iniciar as obras da indústria tão logo o Conselho Nacional das ZPE’s libere a instalação de indústrias na ZPE do Acre. Para ele, a proximidade com o pacífico é um ponto que merece atenção especial. “Essa é mais uma vantagem do Acre. Podemos exportar nossos produtos com mais facilidades, além é claro de importarmos a matéria-prima. Esse é um grande diferencial. Estou otimista que a indústria vai produzir colchões, travesseiros e outros produtos com muita qualidade”, afirmou.