Juruá se mobiliza por donativos para desabrigados dos vales do Acre e Purus

Reunião realizada na quinta-feira, 23, na sede da Associação Comercial do Alto Juruá, selou um pacto de solidariedade de pessoas e entidades da região em prol dos desabrigados pelas cheias dos rios Acre e Purus. A ‘Campanha Juruá Solidário’ vai durar 15 dias, podendo ser prorrogada, dependendo da situação.

jurua001_0979d86f98df868d76fEntidades civis e públicas, além de igrejas, compareceram ao chamamento e decidiram unir-se ao esforço de solidariedade como a Associação Comercial do Alto Juruá, Câmara de Vereadores, Associação das Micro Empresas, 61º BIS, PM, CBM, UFAC, secretarias do Governo do Estado, Diocese, igrejas evangélicas, Casa da União (UDV) e União Municipal de Associações de Moradores (UMAM). “Vamos mobilizar as paróquias, que são as células importantes da Diocese, além de escolas católicas e as pastorais que fazem as coisas acontecerem dentro da Igreja”, disse o bispo Dom Mosé.

Pontos de coleta de donativos serão instalados em vários locais.  “Este é um momento em que todos precisam se unir para colaborar e contribuir. Precisamos mostrar que Cruzeiro do Sul tem solidariedade no coração”, disse o presidente da Associação Comercial do Alto Juruá, Marcus Venício Alencar.

Hoje à tarde, segundo informação do presidente da UMAM, Expedito Ribeiro, representantes de associações vão se reunir com a Polícia Militar para traçar uma estratégia conjunta de busca ativa de donativos nos bairros.  Também estão sendo programados um torneio na Arena do Juruá e um show com artistas locais para arrecadação de donativos. Os órgãos de comunicação da cidade se prontificaram a prestar apoio para divulgar as ações programadas.

“Estaremos trabalhando junto com outras entidades e como ponto de coleta das doações, que serão muito úteis às famílias afetadas pelas enchentes”, informou o major Araújo, comandante do Corpo de Bombeiros e um dos coordenadores da campanha.