Acre adere ao programa ‘Crack: é possível vencer’

O Acre formalizou adesão ao programa “Crack: é Possível Vencer”, criado pelo governo federal. A assinatura aconteceu no auditório da Federação do Comércio e contou com a presença da secretária de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, e da secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, além do representante do Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, Leon Garcia. capacrackO Plano Nacional de Combate ao Crack é um conjunto de ações integradas do governo federal para enfrentar o crack e outras drogas. Conta com investimento de R$ 4 bilhões da União e a articulação com Estados, municípios e a sociedade civil. A iniciativa tem o objetivo de aumentar a oferta de tratamento de saúde aos usuários de drogas, enfrentar o tráfico e as organizações criminosas, além de ampliar as ações de prevenção.

“Instituições fortalecidas, democracia viva e pessoas que precisam de atendimento sendo acolhidas. Esse encontro representa isso. Somos um dos poucos Estados em que as fronteiras externas são maiores que as internas e nossos vizinhos são os dois maiores produtores de cocaína. Isso nos torna vulneráveis. A droga é o maior problema do mundo e nós temos que ousar nesse enfrentamento. A destruição das famílias que a droga causa é muito maior que a palavra dependência química. É isso que nós temos que olhar. A presidente Dilma me orgulha muito ao enfrentar esse desafio”, disse o governador Tião Viana.