Justiça eleitoral diploma eleitos de Sena Madureira

Foi uma solenidade simples e rápida a diplomação dos eleitos (prefeito, vice e veredores no município de Sena Madureira) a ocorrida na manhã desta sexta no auditório da Escola Dom Julio Maria Matioli. Estava lotado. Simpatizantes, familiares e curiosos da política foram ao ato presenciar a entrega do certificado de habilitação para o cargo..

manoehermanoA solenidade foi dirigida pela juíza Zenice Mota, juíza da cidade que demonstra uma tranquilidade incomum, mas tem sido firme quando decisões têm que ser tomadas.

Zenice abriu a solenidade e disse que a democracia era mais que o voto. Que o eleitor tinha que continuar a exigir de seus eleitos o compromisso assumido com a cidade.

Lembrou também que o TRE do município foi um dos primeiros a informar o resultado das urnas.

A diplomação começou pelos vereadores. Mastró foi o primeiro e também único vereador a falar. Campeão de votos entre seus pares, Mastró é candidato a presidente da Mesa Diretora da Câmara. Uma engenharia tá sendo feita na base do governo para torná-lo o nome de consenso.

Depois de diplomados os vereadores, foi a vez do vice Hermano e em seguida o prefeito eleito Mano Rufino, que fez discurso e prometeu cumprir seus compromissos de campanha em favor da cidade.

Mano agradeceu a Deus, a família, o governador Tião Viana. Citou a esposa Simone e a mãe Regina e chegou a engasgar durante o discurso meio lido e meio de improviso.

No final, o evento encerrou com o hino do município, de autoria de Sérgio Souto. Na fala de encerramento, a juíza Zenice fez referência à letra da música, como ‘uma das mais belas que viu’.

Fim da diplomação.

Minutos depois se sabe que a mesma juíza que estava sentada ao lado do prefeito Nilson Areal na solenidade tinha assinado seu afastamento da prefeitura. Assunto garantido para os próximos dias na cidade e nos meios juriídicos locais.

Fotos da solenidade aqui