Ambiente: Sena aguarda licença do Imac para Aterro Sanitário

A Prefeitura de Sena, por intermédio da secretaria de Meio Ambiente, irá reapresentar aos técnicos do Instituto de Meio Ambiente (Imac) em Rio Branco, o projeto que trata sobre a implantação de um aterro sanitário no município. Por recomendação do próprio Imac foram feitas algumas adequações. A prefeitura aguarda a Licença de Instalação (L.I), que é expedida pelo órgão, para iniciar a obra.

aterro sanitárioDe acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Astério Nogueira, já foram feitos dois estudos na área onde o aterro sanitário será instalado – estudo geofísico e de infiltração.

“Tão logo assumiu a administração o prefeito Mano Rufino disse que um dos desafios será acabar com o lixão existente na entrada da cidade. Estamos trabalhando o projeto. Todas as providências estão sendo tomadas para conseguirmos a licença e iniciar a obra”, adiantou.

Astério acrescentou ainda que o processo da licença não é liberado de uma hora para outra. “Trata-se de um processo que requer estudos que, por sinal, são demorados, mas não estamos inertes diante dessa situação”, frisou.

Acesso ao aterro sanitário será pavimentado

Por meio de um convênio firmado entre prefeitura e Funasa, foi iniciado um trabalho de pavimentação no trecho que dá acesso ao aterro sanitário. A empresa responsável já realizou o serviço de terraplanagem no local e nos próximos dias estará colocando o asfalto na área que fica localizada na estrada Mário Lobão.

Mano Rufino: “Estamos trabalhando para acabar com o lixão até julho de 2014”

O prefeito disse que todos os esforços estão sendo feitos no sentido de acabar com o lixão existente na BR 364.

“Trata-se de um problema antigo, sério, e que precisa ser resolvido. A prefeitura não está inerte diante da situação. Se Deus quiser, iremos acabar com o lixão até julho de 2014. Para isso, estamos buscando as parcerias e o auxílio necessário”, confirmou.

Os deputados federais Henrique Afonso (PV) e Sibá Machado (PT) alocaram duas emendas para Sena Madureira, cujos recursos, a serem liberados, serão empregados na construção do aterro sanitário quando forem liberadas. Não há previsão. As duas emendas somam 1,2 milhão.

Fotos de Sena aqui no flickr oestadoacre.com