Em Sena não tem mais fila para comprar peixe, diz produtora

Tambaquí, Piau, Pirapitinga e Curimatã. Só o quilo do Piau custa 10 reais. As outras espécies, o quilo está sendo vendido a 7 reais. Uma pechincha para um produto tão nutritivo e mais sadio que a carne bovina. A segunda Feira do Peixe de Sena no ano começou nesta quinta na Feira da Cidade e pelo menos 10 toneladas de pescado estão sendo comercializadas, segundo o secretário de Produção, Jairo Cassiano.

O prefeito Mano Rufino abriu o evento pela manhã. Autoridades locais, produtores e o público que frequenta a Feira de Sena se fez presente.

-É um momento de alegria. Esta é a terceira Feira do Peixe em Sena – disse Mano, que não citou que as duas versões do evento já aconteceram neste seu primeiro ano de mandato.

A Feira do Peixe de Sena é uma realização da cooperativa Sena/Peixe e a prefeitura (Sec de Produçã) com apoio do governo do Acre e o Sebrae.

-Esta Feira é fruto da parceria da prefeitura com os produtores (cooperativa Sena/Peixe) e com o apoio do governo e do Sebrae. Está virando tradição a Feira do Peixe de Sena – disse Jairo Cassiano, seretário de Produção.

Maria Hoffman, presidente da cooperativa Sena/Peixe

“Sem dúvida nenhuma é muito gratificante para todos nós porque a população de Sena Madureira já teve que esperar na fila pra comprar peixe. Depois que começamos com esse trabalho de aprendizagem, treinamento e produção de peixe em cativeiro, a realidade tem sido outra. Só temos que agradecer a todos e principalmente à população que tem atendido nosso convite e vem adquirindo o produto”.

Fotos de Sena aqui no flickr oestadoacre.com