Diretório petista reafirma candidatura de Aníbal ao senado

Dirigentes do Partido dos Trabalhadores (PT) reafirmaram, em entrevista coletiva realizada na manhã desta terça-feira, 14, que o jornalista Aníbal Diniz é o candidato do partido para disputar a vaga de Senador nas próximas eleições. O nome de Aníbal, que concorre à reeleição, foi escolhido pelo Diretório Estadual em novembro passado, mas informações divulgadas na imprensa em dezembro, davam conta de que ele seria candidato à Câmara Federal. A decisão do PT deve ser levada para apreciação junto aos demais partidos da Frente Popular que pode optar apenas por uma candidatura ou duas, no caso, tendo Aníbal Diniz disputando pelo PT e Perpétua Almeida, pelo PCdoB.

Do encontro, também participaram os deputados federais Sibá Machado e Taumaturgo Lima e os deputados estaduais Jonas Lima e Geraldo Pereira.

Durante a coletiva foi informado, ainda, que apenas o presidente do Diretório, Ermício Sena, está autorizado a falar em nome do PT. A medida foi tomada para evitar que novas especulações a respeito das candidaturas majoritárias.

De acordo com Ermício Sena, a ratificação do nome de Aníbal Diniz foi tomada em reunião da Executiva do PT realizada na noite desta segunda-feira, 13.

“O companheiro Aníbal foi legitimando para ser o candidato do PT ao Senado nas próximas eleições”, explicou Sena. “Decidimos, também, que Aníbal vai realizar inúmeras agendas com a militância e reuniões abertas em todo o Estado para poder falar de sua disponibilidade para disputar a vaga dentro da Frente Popular.”

Aníbal Diniz afirmou que deverá cumprir, com absoluta disciplina, as deliberações do seu partido e que, portanto, deverá cumprir a agenda proposta pelo PT em todos os municípios. “Vou conversar com nossa militância e colocar essa disposição de fazer a defesa da manutenção desse mandato do PT, pois esse mandato não me pertence e sim, ao Partido dos Trabalhadores”, disse Diniz. “Esse debate vai acontecer de maneira democrática, fraterna e serena, para depois, levar o acúmulo mais qualificado possível para dentro da Frente Popular.”

[tião vítor]