Pinga-fogo na câmara de Sena tem ataque, defesa e denúncia grave em sessão solene (vídeos)

Não compareceram todos os vereadores (foram eleitos 13 ao total) na sessão de abertura dos trabalhos na Câmara de Sena Madureira. Deram às caras apenas sete. Mas foi o suficiente para que o clima começasse quente já na primeira sessão de 2014.

O vereador Gerlen Diniz tomou a dianteira e criticou a prefeitura e o prefeito quando subiu à tribuna. Mano Rufino tinha deixado a sessão logo depois de ler a mensagem do Executivo alegando ‘compromisso inadiável’.

Gerlen aproveitou e denunciou até que um secretário (não citou quem) teria nomeado pessoas para ficar com parte do salário dos nomeados. Segundo ele, a denúncia está sendo feita ao MP.

oestadoacre.com ouviu ainda o presidente da Câmara, Mastroaine Furtado, e dois vereadores da base do prefeito, Gilberto Lira e Cleyton Brandão.

Abaixo os vídeos com os vereadores de Sena: