O povo é a prioridade

levantando a br
[crédito da foto: Gleilson Miranda/gov/acre]
Estamos isolados pela BR-364.

Isso não é mais novidade para ninguém.

No entanto, as boas medidas tomadas pelo governo e equipe desde o começo dos transtornos têm garantido que os problemas, ainda, não se tornem tão graves.

A enchente do Madeira e o consequente isolamento do Acre estão sendo os maiores  testes do governo Tião Viana até agora.

Nenhum governo, desde que a Frente Popular assumiu, teve tão imenso desafio como está tendo Tião Viana.

E uma coisa é visível até para quem não está perto:

O governador não gosta de inventar a roda.

Faz o feijão-com-arroz.

E qual é o feijão-com-arroz num momento desses, de extrema dificuldade?

É pensar na população.

Como dar solução para o dia-a-dia das pessoas que precisam consumir e continuar suas vidas.

É quase senso comum aqui na capital o bom desempenho do governo – do governador, especialmente – na busca de soluções para não deixar o povo desassistido.

Para quem não sabe e ainda não viu.

Até caminhões do Deracre estão carregando pedras para ajudar a levantar o leito da rodovia BR-364, num trecho em Rondônia.

Tudo para que as mercadorias mais necessárias  para o consumo da população não faltem.

Uma crise de desabastecimento ameaça o Acre diariamente.

A cada minuto.

A crise ainda não se instalou de fato e de direito porque o trabalho e o esforço do governo do Acre têm surtido o efeito necessário e tem sido maior que a ameaça.

O Estado vai superar as dificuldades, apesar da torcida contrária dos que só pensam em eleições numa hora dessas.


Cimento (cemento) do Peru

cimento peru

O produto peruano enfim já começa a ser vendido no comércio ao preço de 28 reais a saca.

Não sei se o preço justo é esse mesmo, mas já é menor do que estava sendo vendido por aqui antes do isolamento do Estado do Acre devido à cheia do Rio Madeira, em Rondônia.

Há muito tempo que os empresários locais deveriam ter priorizado a compra de cimento e outros produtos aqui de nossos vizinhos peruanos.

O cimento é apenas um dos itens.

Tem outros.

Frutas, verduras de toda espécie são produzidas no Peru.

Eu li que um dono de supermercado local disse que o tomate peruano não era igual ao produzido no Brasil bla,blá, blá e que o consumidor talvez não aprovasse.

Não tem nada disso.

O tomasse peruano tem muito menos agrotóxico que o tomate enviado de São Paulo para a mesa da dona de casa do Acre.

Duvidas?

Compare a cor.

Mas voltando ao cimento.

A partir dessa enchente do Madeira os empresários e todos no Acre vão passar a olhar com olhares diferentes o fator Peru.

Às vezes precisamos de uma grande enchente, de ficarmos isolados para percebermos que parte ou grande parte da solução está logo ali, do outro lado do rio.

Do outro lado do Rio Acre, em Assis Brasil.


Nota do Governo do Acre

O governo do Estado do Acre vem a público manifestar profundo agradecimento aos operadores de base da BR Distribuidora, aos motoristas e caminhoneiros que têm atuado no transporte de cargas pela BR-364, vindos do território rondoniense ao Acre. Levando em consideração as condições da estrada em razão da enchente do Rio Madeira, que segundo a Agência Nacional de Águas (ANA) registra nesta sexta-feira, 14, marca histórica de profundidade, é notório o esforço de todos em garantir o abastecimento do estado.

Mesmo com a trafegabilidade comprometida em alguns trechos da BR, cobertos pela água, diariamente caminhões entram no Acre trazendo alimentos, combustível e bens de consumo para o provimento da população.

Ao empenho desses trabalhadores, toda nossa gratidão.

Governador  Tião Viana


Acre terá 76 milhões para aeroportos
plano de aviação norte foto

O investimento será de 1,7 bi para revitalizar o transporte aéreo regional no Norte.

67 aeroportos serão beneficiados.

No Acre, 4 aeródromos serão contemplados, com investimento previsto de R$ 76,5 milhões.


Nada se cria…

Pré-candidato a senador, Gladson Cameli resolveu sair por aí copiando ideias.

Sua última vítima é o presidenciável Eduardo Campos (PSB), que terá palanque no Acre
com a FPA.

Ao pegar a criação do aliado da FP no Acre, o deputado, por tabela, está
traindo seus aliados Márcio Bittar e Aécio Neves (PSDB).

…Tudo se copia

Onde Gladson copiou Eduardo Campos?

Uma das marcas da campanha do presidenciável diz que “só se constrói o futuro quem sabe do passado e tem compromisso com o presente”.

Gladson achou a frase bonitinha e tentou atingir os governos da FPA com esta pérola: “Comparar o Acre do passado com o Acre do presente é muito pouco. Precisamos pensar no Acre do futuro”.

Assim, na cara dura.


Caminho inverso
br cruzeiro capital

Antes os caminhões saíam da capital para abastecer o Juruá.

Agora, com a enchente do Madeira e o isolamento do Estado pela BR-364, via Rondônia, é o Juruá que segura as pontas de Rio Branco e outros municípios.

Adivinha quem não gosta de ver essa imagem…

Eles mesmo (Tucanos, Peemedebistas e o DEMO)

[crédito foto: sérgio vale gov/acre]


Água Mineral do Juruá
agua do juruá foto

Mais uma concorrente está chegando para disputar os consumidores da capital.

Ainda em teste, a Água Mineral Cristal, de Cruzeiro do Sul, promete sacudir o mercado.

Um pacote com 12 unidades vai custar 6 reais.

Imagina gelada!

Isso porque aqui no Acre não se produz absolutamente nada!

Não é esse o lenga-lenga da oposição?


Aníbal em Cruzeiro do Sul
anibal em cz

‘Ter a Perpétua como nossa candidata ao Senado é uma honra. Termino meu mandato de senador sabendo que cumpri com o meu dever’


Apareceu na Reuters

A Agencia Reuters, mais conhecida e famosa entre todas, contratou os serviços do fotógrafo Odair Leal.

A coluna publica hoje essa joia aí embaixo.

Foi numa tribo Yawanawá, no Rio Gregório.

rio gregório


Por hoje, FIM (22/03/14)