Gratidão em ritual muçulmano para Tião Viana em Brasileia

imigrantes fotos
foto: sérgiovale/secom

Quem estava em Brasileia durante agenda do Governador contou que houve, por parte de senegaleses, um momento de agradecimento dos imigrantes pela ajuda que o Governo do Acre tem dados nos últimos anos.

Chegou à coluna o seguinte depoimento de quem estava em Brasileia no sábado:

‘Momento tocante e inesquecível foi o improvisado ritual muçulmano de senegaleses em gratidão ao governador Tião Viana.

‘Um rapaz refugiado é neto do maior líder espiritual muçulmano no Senegal.

‘Admirável a coragem do governador de ir lá pessoalmente. Mais uma lição de iniciativa e humildade que ganho desse grande amigo.

‘Parabéns também ao secretário Nilson Mourão. Estava lá dando conta de tudo – como vem fazendo junto com sua equipe.

‘Nesse desafio imposto pelas dificuldades de haitianos e senegaleses, Tião Viana e o Acre mostram ao Brasil que é possível ser humano com povos amigos sem descuidar do nosso povo’

Em tempo: no Senegal, mais de 90% da população são muçulmanos.


O Rio Madeira começa ajudar

foto madeira baixando foto

foto:gleilsonmiranda/secom

Nas últimas 24 horas o Rio Madeira começou a dar sinais evidentes que o seu nível começa a retornar ao que era.

Consequência imediata:

Mais caminhões começam a chegar ao Acre pela BR-364 e o fantasma do desabastecimento vai ficando mais distante.

Claro que não há garantias ainda de que as coisas voltem ao normal nos próximos dias, mas a população já começa a ficar mais tranquila com as notícias de maior fluxo pela rodovia que liga o Estado ao restante do país.

É bom esperar um pouco mais para dar uma opinião mais fundamentada.

No entanto, não se pode esperar nem mesmo um minuto, quando as águas baixarem – para a tomada de providências.

E quais providências devem ser tomadas?

A recuperação, ou melhor a construção dos trechos da BR-364, em Rondônia, que ficaram alagados e quase inviabilizaram o Acre.

A elevação do nível da estrada também é outra providência que o Governo Federal terá que tomar.

O Governo do Acre está atento a tudo isso.

A bancada não pode cochilar junto ao Ministério dos Transportes e DNIT.

Não vai.

Outra providência é a Ponte sobre o Madeira, que agora não tem mais jeito de não sair.

Atualmente a travessia na balsa demora pelo menos 3 horas.

As balsas do Madeira/Abunã, ligando a BR-364, em direção ao Acre, sempre foram vistas como sinônimo de atraso.

E é mesmo.

Se as obras começarem este ano, talvez, em 2020, a ponte do Madeira esteja concluída.

Talvez um pouco antes, mas não muito.

Não importa.

Pela primeira na história do Acre o povo passou a se preocupar com a enchente do Rio Madeira.

E ninguém quer essa preocupação – e o problema – em 2015.

Todos querem uma providência do Governo Federal para que o Acre não sofra novamente o que tem sofrido nesses dois meses.

As boas notícias chegam a todo instante.

Os caminhões começaram a passar em maior quantidade.

E isso tem um significado.

É a vida no Acre querendo voltar ao normal.

É a volta da alegria do povo!.

É a certeza de que há muito trabalho a ser feito.


Seu Jorge produz
canoa tarauacá foto

Em Tarauacá.

Uma família de construtores de canoas pequenas, grandes e até barcos maiores (as nossas baleeiras).

Os preços das canoas variam de 500 a 800 reais.

As baleeiras custam alguns mil reais, pois têm capacidade para até 30 toneladas.

Seu Jorge cuida da família e sabe o que diz sobre o apoio de hoje em dia.

-Agora a gente tem um governo que enxerga nós.

Isso mesmo!

No Acre quem quer produzir tem oportunidades! 


 Olha o Lúcio aí, pessoal!
lúcio transplante figadofoto

foto:lucianopontes/secom

Lúcio César Leite Nepomuceno.

Ele é o primeiro paciente do Acre (e Região Norte) a receber um transplante de fígado.

Que foi feito em hospital do Acre.

Lúcio está bem.

Recebeu alta no sábado.

Lúcio é um trabalhador.

É vigilante, casado e tem um filho.

O Acre todo torceu por ele.

E Lúcio está respondendo muito bem!


1º Cubano
janilson leite foto

Ele é acreano de Tarauacá, mas formou em Medicina na terra de Fidel e Raul.

Muito antes do  Mais Médicos retornou para o Acre, para Rio Branco, e depois mudou-se para sua Tarauacá.

Janilson Leite  vai agora enfrentar a faculdade mais difícil da vida.

A faculdade da política partidária.

Ele deverá ser um dos candidatos pelo PCdoB a deputado Estadual.

Boa sorte!


A Flor na Feira
perpetua peixe foto

Perpétua…

Mas poderia ser a mulher das espingardas.

Da luta dos mototaxistas.

Dos velhinhos Soldados da Borracha e, claro…

A mulher do Seguro Defeso, dos pescadores.


Por hoje, FIM