SIPAM: enchente do Madeira se repetir é improvável (só 0,45% de probabilidade)

sipam foto

Porém, a palavra do SIPAM não tranquiliza o Acre 100% nem Rondônia.

O que diz o Sistema de Proteção da Amazônia:

‘Fiquem tranquilos.

‘A probabilidade de acontecer enchente no Madeira igual a deste ano é de apenas 0,45%.

‘Só de 220 em 220 anos.

‘Nós monitoramos esse Rio há 50 anos…’

[não entendo nada de previsão de tragédias, nem previsões de qualquer coisa, mas me deu vontade de rir com essas declarações do SIPAM]

O anúncio foi feito em Porto Velho, RO, em encontro que contou com dois participantes especiais, os dois governos, Rondônia e Acre.

As justificativas do SIPAM sobre a enchente não foram novidades.

‘Chuvas exageradas na Bolívia.’

Só chuvas?

Ontem, aqui neste espaço, publicamos opinião de um professor da Universidade Nacional Agrária de Lima, que acrescentou mais do que as chuvas.

‘Desmatamentos nos Andes Boliviano e Peruano.’

O professor explicou um dos prováveis motivos da ‘catástrofe’ que atingiu Rondônia e isolou o Acre.

‘Essas ladeiras há mil anos estavam cobertas por florestas e agora estão peladas’.

As ladeiras a que se refere o professor Marc Dourojeanni são os Andes dos dois países que deixam escorrer suas águas para a Amazônia brasileira.

Sem as florestas, a água vem mais rápido para os nossos rios.

‘Sem barreiras (florestas) para o declive, arma-se um “tsunami” em terra firme’, e o resultado foram as tragédias na  própria Bolívia e os estragos no Estado de Rondônia, acrescenta o professor peruano.

O debate sobre as causas dessa tragédia que atingiu Bolívia, Rondônia e rebarbas até para o Acre está só começando.

E é bom que esteja.

Porque ninguém quer a repetição desse sofrimento nos próximos anos.

Ou, pelo menos, ninguém quer ser pego de surpresa novamente.

A tragédia deste ano veio e ninguém avisou.

Da próxima vez o SIPAM deve avisar.

Se der, né?!


Telexfumaça

Quem tentou atualizar seus anúncios na Telexfree, nas últimas 24 horas, deu com os
burros n’água.

Stop total.

Tem um aviso enorme explicando as medidas tomadas nos EUA.

E agora?


Marcha à ré…

Mobilizações contra as drogas devem ser feitas sempre no sentido de alertar a juventude.

Mas a que se viu em Rio Branco foi um verdadeiro fracasso de público e de crítica.

Por quê?

Porque era blá blá blá da politiquice de uma parlamentar da Oposição.

Querendo fazer os bobos de massa de manobra.

E olha que contrataram dois cantores para animar a festa.

Mesmo assim deu uma ninharia de gente.

Umas quinhentas pessoas…

Sendo generoso.


Seguindo os passos

Basta a deputada Perpétua ir a um lugar público que o seu virtual concorrente da Oposição logo arranja uma agenda no mesmo local.

A Feira do Peixe foi um exemplo.

Por que a Oposição foi à Feira se diz que o Acre não produz nada?

Anotem aí:

Na segunda ela foi à Vila do V.

perpetua no V


Resistindo

O virtual candidato do DEMO, Bocalon, segue em frente querendo sacramentar sua  inscrição na corrida ao Palácio Rio Branco.

Na segunda anunciou pela enésima vez o nome do deputado Henrique Apocalíptico Afonso como seu futuro vice na chapa.

Apesar dos ensaios que o tucano MBittar tem feito fora do Estado para convencer os mandachuvas do DEMO a rifar o pleito do Boca.

Vamos ver até quando ele aguentará a pressão tucana.

Já o Henrique, quem define bem é o seu Val:

-De tanto ‘ver Deus’ findou se abraçando com o DEMO.

Entortou à direita…

Sem jeito.


‘Marina critica obras da Copa’
charge copa blog cafezinho

Novidade seria elogiar.

A Marina é oposição ao governo do PT.

Sabia?

[charge publicado no blogcafezinho]


Polo Naval em Cz do Sul

Em produção…


Só no Acre

Que a quase totalidade da imprensa dá crédito a uma única figura que diz que faz previsão do tempo.

Chega a ser hilário.


Vídeo – Dilma

‘Não ouvirei calada a campanha negativa daqueles que por proveito político querem ferir a imagem da Petrobras’


Por hoje, FIM

——