Dep Moisés pede que PF investigue ‘jogo baleia azul’

Um jogo que nasceu na Rússia, chamado “Blue Whale”, e que já matou três adolescentes brasileiros (no Mato Grosso, em Minas Gerais e no Pará) e mutilou outros, está exigindo a atenção urgente das autoridades, das famílias, das igrejas e das escolas.

O deputado federal Moisés Diniz (PCdoB) pediu hoje, 19, na Câmara Federal, que a Polícia Federal investigue esse jogo criminoso, chamado no Brasil de “Baleia Azul”.

“A Polícia Federal pode pegar e prender esses criminosos, que estão colocando em grave risco a integridade de nossos adolescentes”, explica Moisés.

O deputado acreano diz que a investigação da Polícia Federal permite estabelecer acordos e parcerias com instituições internacionais de inteligência policial como a Interpol e o FBI, já que esse jogo não tem fronteiras.

“Estou ainda propondo uma ação preventiva, envolvendo a sociedade organizada do Acre, escolas, associações, igrejas, sindicatos. Precisamos proteger nossos adolescentes”, concluiu Moisés.