Diversionismo da mídia pró-EUA (ganhar apoio e atacar uma nação soberana)

Velha mídia do Brasil, porta-voz dos EUA, faz o seu papel

Que os dois são loucos, isso parece não haver dúvida.

Kim Jong Un e Trump são dois lunáticos sedentos por um conflito bélico de proporções devastadoras.

Porém, essa forçação de barra dando ênfase num suposto tom agressivo do coreano é o velho jogo da mídia pró-EUA.

Para garimpar apoio social no mundo e, quando precisar, destruir aquela nação com bombas e mais bombas.

Até hoje se procuram as armas de destruição e massa do Sadan Hussein.

Sadan foi assassinado num julgamento de circo, o Iraque e seu povo destruídos.

J R Braña B.