247: Marina Silva, vazia e intermitente

Com a imagem abalada por ter apoiado o golpe que derrubou uma presidente honesta e instalou uma quadrilha no poder, a ex-senadora Marina Silva se lançou candidata à presidência neste sábado pela Rede, prometendo ser o remédio para a crise moral do País; “Agora chegou o momento em que o nosso país vive uma das piores crises que a gente pode imaginar. Uma crise política, uma crise ética, uma crise econômica”, disse ela; “Toda essa situação que o Brasil está vivendo exige de nós compromisso e exige de nós senso de responsabilidade. O compromisso e o senso de responsabilidade, sem querer ser a dona da verdade, me convoca para esse momento”, afirmou

No 247: