Justissssa: 71% juízes ganham acima do teto

No portal de transparência, criado no governo Lula, vimos salários 90, 100 vezes maior que o salário mínimo….é muita justissssa! (não se atreva, revisor!) – J R Braña B.

——-

No caf, de PHA

Segundo o Piketty, o Brasil tem a maior concentração de renda do mundo.

Segundo a Globo Overseas, dona da maior empresa de previdência privada do país, a miséria é uma desordem.

Segundo o IBGE, 25 milhões de brasileiros são miseráveis.

Desordem é a remumeração dos Juízes brasileiros, segundo a própria Globo Overseas:

———–

71% dos juízes são foras da lei, ganhando acima do teto

 

Fernando Brito, Tijolaço:

Os números pedidos pela presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármem Lúcia, aos tribunais de justiça de todo o país mostra quão estarrecedor é o quadro de super-salários no Judiciário.

71,4% dos juízes – 11,6 mil do total de 16 mil existentes no país – ganha acima do teto de R$ 33,763  por mês que Cármem e seus colegas de STF recebem  e estão, portanto, com vencimentos fora da lei constitucional.

De acordo com tabulação feita por Marlen Couto, em O Globo, este grupo recebe, em média, R$ 42,5 mil mensais, por cabeça. E 52 ultrapassam R$ 100 mil.

São eles que vão ensinar ao pais o que é legalidade e o que é ética?

É claro que uma minoria não está entregue à farra de vantagens, mas 71%,, sete em cada dez juízes – não tem condições morais em falar de moralidade, ao pedirem – como a “escrava” Luislinda Valois – ou aceitarem,  em seu próprio benefício, arranjos e vantagens que os colocam como privilegiados.

Não é muito diferente a situação de seus “parceiros da pureza” do Ministério Público.

São os homens da lei brasileiros, que vergonha!

Que noção podem ter das carências, dos sofrimentos, das privações dos cidadãos a quem julgam, a quem mandam prender, mais de 700 mil deles, atualmente?

E se a D. Cármem Lúcia quiser falar algo, que só fale depois de cobrar ao valente Luiz Fux, o topetudo ministro que sacramentou a indecência do “auxílio-moradia” sem moradia.

Para pôr ordem na casa dos outros é bom começar na sua própria.

———

Antes publicamos…: