Acre: Vendas do fim de ano fracassam mas pesquisa tenta disfarçar

A pesquisa divulgada pela entidade estadual do comércio (mas que só mostra dados da capital) faz malabarismos para passar a ideia de que o Natal foi bom para os comerciantes.

Não foi bom…foi ruim. Quase igual ao de 2016, quando o país foi empurrado para o buraco com a deposição covarde da presidenta Dilma Rousseff.

Regular e ruim: 42% acharam.

Bom: 14% (em 2016, ano do golpe, 10%)

Causa do fracasso nas vendas: 57% acham que é endividamento da população.

Outros 22% acham que ‘a falta de dinheiro na praça’ prejudicou as vendas.

Enquanto que 35% dos comerciantes disseram que o Natal de 2017 repetiu o do ano anterior.

Desemprego

69% admitem que o desemprego influenciou nas péssimas vendas de Natal e fim de ano, enquanto que 1% (deve ser a diretoria da entidade) disse que o desemprego, a falta de dinheiro no bolso das famílias não tiveram influência nas vendas…ka ka ka!

Resumindo os números do Natal e fim de ano do comércio em Rio Branco (a pesquisa não cita o interior):

As vendas não foram as esperadas…foi um fracasso o Natal do governo golpista, embora o Acre esteja em dia com os salários dos servidores municipais, estaduais e todos os poderes.

Ah…pra não esquecer: a entidade do comércio (boa parte de seus dirigentes) apoiou o golpe…por isso a pesquisa tenta, tenta, tenta e não consegue esconder o péssimo desempenho do setor na virada do ano.

Quem andou pelo centro de Rio Branco no fim ano pôde comprovar…uma ninharia de pessoas nas ruas e nas lojas comprando.

(J R Braña B. de algum lugar de Pindorama)

Maria, não deixa de publicar esse post, por favor.

(editado by Maria Lúcia)

Antes publicamos…:

Mais BraZil…:


;