Depasa de Edvaldo Magalhães: um oásis no deserto da crise

Edvaldo deixa Depasa em alto prestígio com a população (foto: Sérgio Vale)

O golpe reduziu drasticamente os investimentos em todos os estados da federação.

No Acre não foi diferente.

Segundo o governo, pelo menos uns 200 milhões o governo federal deixou de enviar ao estado nos últimos dois anos.

Como sobreviver?

Só Deus sabe…

O Depasa foi buscar (e conseguiu) recursos no Banco Mundial (Bird) e investiu na capital e nos municípios… em saneamento integrado.

Seu executor: Edvaldo Magalhães, um dos três melhores secretários do governo Tião Viana.

O legado de Edvaldo no Depasa está espalhado especialmente no interior do Acre…

Assis Brasil, Thaumaturgo, Santa Rosa e Jordão são alguns dos exemplos….

Outro exemplo que conheço de perto: Sena Madureira resolveu seu problema eterno de água (produção/fornecimento)…

Foi a melhor obra social do governo no principado dos últimos sete anos.

Edvaldo será candidato a deputado estadual pelo PCdoB.

A política do Acre sofre com a falta de talentos e lideranças…

J R Braña B.


E mais…: