Obras de recuperação na BR-364 são iniciadas (Sena-Capital)

Os 144 quilômetros que separam Rio Branco de Sena Madureira pela BR-364 passam a receber uma atenção especial a partir desta quarta-feira, 10. Até então o Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre) vinha executando operações de tapa-buracos para manter o tráfego da rodovia, já de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (DNIT). Hoje a empresa vencedora da licitação, a CCL Construtora Capital, iniciou as obras de recuperação do pavimento.

obrasbr364capa“Houve uma demora na licitação, que é do governo federal, por conta de cálculos e da burocracia, mas a empresa vencedora já foi contratada e isso significa um grande esforço para dar qualidade à BR-364 e segurança no transporte”, disse o governador Tião Viana.

Serão investidos R$ 17 milhões na recuperação e recapeamento dos trechos, além de R$ 3 milhões para a recuperação dos bueiros ao longo da rodovia. O Deracre tem corresponsabilidade sobre a obra pelo fato de ela ser executada dentro do Estado, mas é o Dnit o órgão responsável por manter esse trecho da BR-364, que é uma rodovia federal e já não está mais sob a jurisdição acreana.

“A empresa atrasou dez dias para começar as obras porque encontrou dificuldades na contratação de pessoas e montagem de acampamentos, o que é compreensível, já que ela vem de fora. Esta obra é feita com recursos do Crema [Contrato de Restauração e Manutenção], do governo federal, e essa é a segunda empresa que assume o trecho, já que a primeira vencedora da licitação abandonou o contrato e foi preciso refazer todos os processos”, explica o diretor do Deracre, Ocírodo Oliveira.

No Acre, o Dnit também está com outras frentes de serviço na BR-364 (trecho entre a divisa com Rondônia) e na BR-317 (entre Brasileia e Assis Brasil). Os motoristas devem trafegar com atenção redobrada para evitar acidentes.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), responsável pela fiscalização e policiamento na BR-364, auxiliará no período de obras, orientando os condutores. A CCL Construtora Capital se comprometeu a manter duas frentes de serviço no trecho entre Rio Branco e Sena Madureira para garantir a celeridade das obras, que, além de tapa-buracos e da retirada dos chamados “borrachudos”, também vai reciclar e pavimentar alguns trechos.