364 (trechos em RO) pode ser liberada totalmente nesta sexta-feira

foto br364 pondo cara de fora 2

fotos: danilo da jj

Foram mais de dois meses.

Vamos ficar somente nos sessenta dias para não ‘encompridar’ muito essa história que todos já conhecem de cor e salteado.

É possível que a partir desta sexta os trechos que foram submersos da BR-364 sejam liberados pelo DNit para todo tipo de veículo.

Submersos e destruídos.

Já não era sem tempo.

A rodovia é a ligação principal do Acre com o restante do país.

E dois meses quase fechada causou o maior transtorno que o Estado do Acre já viveu nesses últimos 100 anos.

Há quem diga que o evento é tão (foi ou está sendo) grande e importante quanto o combate com arma de acreanos-seringueiros-nordestinos contra os bolivianos pela anexação do Acre ao território brasileiro.

É.

É sempre bom lembrar que o Acre é brasileiro porque quis ser.

Menos Galvez, que sonhou com uma nação independente urgida de dentro da floresta.

A capital do Acre já respira mais aliviada depois que o indomável Rio Madeira começou a voltar ao seu leito natural.

Mas as marcas do isolamento de 60 dias ainda são visíveis em todo o Acre.

O abastecimento ainda está sendo normalizado.

Leva tempo.

Uma rotinha de anos e anos foi interrompida de uma hora para outra e não é assim, de um minuto para o outro – que tudo voltará a ser como antes.

Nem dá.

Evidente que os pessimistas ainda torcem para que haja uma reviravolta e o Acre entre em estado de plena dificuldade novamente.

Porque tirariam proveito político, óbvio.

Fazer o quê com esses que se esforçam para mostrar diariamente o improvável.

O certo é que a rodovia que liga o Acre com o Brasil, pelo Brasil, está ‘se recompondo’ aos poucos.

Porque há outras rodovias que ligam o Acre ao Brasil por fora do Brasil.

A Estrada do Pacífico é uma delas.

Mas isso é outra história.

Para outro dia e coluna.

Por enquanto a vida começa a voltar ao normal pela BR-364.

O Acre agradece.


Argamassa (Oposição não soube do francês)
foto argamassa edvaldo e sandro

A gente só ouve falar em argamassa quando o pedreiro que vai consertar ou fazer alguma coisa na minha (e na sua) casa diz:

-Tem que comprar argamassa!

Lá vai o dono da casa nas lojas do ramo atrás da bendita argamassa, que serve para colar piso e sabe-se lá mais o quê.

Mas durante o isolamento do Acre não faltou só leite UHT nas prateleiras dos mercados.

Quem procurou não achou também – porque havia acabado – argamassa aqui na capital.

Que compra de outros estados.

E aí…..Tchan Tchan Tchan!!

Um empresário  do Juruá, de nome Sandro Cameli (no Juruá a maioria dos sobrenomes acaba em Cameli), avisou:

-Pessoal da capital tenho argamassa para vender!

E começou a vender para Rio Branco.

Sua produção em Cruzeiro saltou de 180 para 360 toneladas de argamassa ao mês.

O dobro!

Ocupou o espaço vazio, como afirmou o secretário da SEDENS, Edvaldo Magalhães.

Chego à conclusão que a Oposição, que diz  sempre que no Acre nada se produz, precisa aprender sobre quem foi o francês Antoine Laurent Lavoisier e seu princípio de conservação de massas (que serve para argamassas).

-Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma, cara-pálida!


Via PP e PMDB

Documentos da PF da Operação Lava Jato mostram a intermediação do doleiro Alberto Yousseff, que está preso, em doações para políticos do PP e PMDB.

O PP é o partido do doutor GladsonC.

Disso ele não fala.

Por quê?


1,5 milhão

É essa quantidade de recursos que a prefeitura do principado de Sena Madureira teve bloqueada desde janeiro.

O bicho tá pegando no município.


Depois do feriado

Foto: Gleilson Miranda/Secom

foto:gleilsonmiranda/secom

A partir de terça, as vítimas da enchente do Rio Acre poderão requisitar na Caixa Econômica Federal o saque do FGTS.

Não vale inventar que a casa alagou sem ter acontecido.

Senão ficam sem moral para chamar os políticos de corruptos e outros adjetivos.

30 bairros serão beneficiados.

Rio Branco tem uns 200 bairros.

Telefone para informações na Caixa: 0800 726 0207

Calendário de atendimento

23/04 – (quarta-feira)

6 de agosto, Adalberto Aragão, Santa Terezinha e Zona Rural

24/04 – (quinta-feira)

Ayrton Sena, Baixada da Habitasa e Zona Rural

25/04 – (sexta-feira)

Base, Boa União, Cadeia Velha, Tropical e Zona Rural

28/04 – (segunda-feira)

Taquari, Bahia Velha e Zona Rural

29/04 – (terça-feira)

Cidade Nova, Palheiral, Quinze e Zona Rural

30/04 – (quarta-feira)

Triângulo Novo, Terminal da Cadeia Velha, Aeroporto Velho e Zona Rural


Eclipse acreano
eclipse no dia 15 foto marcus vicenti

Eclipse visto do Acre, pelas mãos (e olhos) de Marcus Vicenti.

E num dia muito especial.

15 de abril.

Só podia ser neste dia mesmo.


Soldados da Borracha

Perpétua lembra o senador Aloísio Bezerra, grande lutador pelos Soldados da Borracha.

Assista:


Nassif

Sugiro leitura de texto de Luis Nassif sobre a vitória da Oposição na mídia em relação à CPI da Petrobras.

Eu concordo com Luis Nassif.

Mas leia aqui


E por fim

Gabriel García Márquez se foi.

E eu fico com a declaração de Eduardo Galeano.

Curta e que diz tudo.

‘Hay dolores que se dicen callando. Se dicen callando, pero duelen igual. Como nos duele la muerte del Gabo García Márquez’


Por hoje, FIM