Mídia oposicionista entra em parafuso depois de desempenho de Dilma na TV

Mídia oposicionista entra em parafuso depois de desempenho de Dilma na TV

Aumento em 10% nos benefícios do Bolsa Família, que atende 36 milhões famílias.

Manutenção da política de valorização do Salário Mínimo e correção da Tabela do Imposto de Renda.

Além da defesa intransigente da Petrobras, que o PSDB (e todos seus aliados) quer ver enfraquecida para um dia entregá-la aos capital internacional como o governo tucano na época de FHC queria.

E quase conseguiu.

Felizmente não conseguiu.

Não satisfeito, o PIG (Partido da Imprensa Golpista – sigla cunhada  pelo deputado pernambucano do PT, Fernando Ferro) foi atrás do seu homônimo  internacional na quinta-feira.

A revista nem Veja nem leia repercutiu matéria do jornal econômico Financial Times, que critica a decisão da Presidenta Dilma em reajustar em 10% o Bolsa Família, classificando-se de ‘populista’.

O PIG e os seus partidos (PSDB na linha de frente) não suportam a ideia de distribuição de renda aos que precisam.

Aumentar o salário mínimo todo ano, então…nem pensar.

Isso causa inflação, dizem eles.

O PSDB defende o arrocho salarial dos trabalhadores para que somente a sua elite tenha plenas condições de vida digna.

Foi assim no governo FHC, com o salário mínimo de menos de 100 dólares.

Dilma foi taxativa:

Não somos um governo de arrocho salarial. Somos um governo que garante as conquistas trabalhistas.

E as amplia, completo eu.

Pois é isso que estará em jogo novamente nas eleições presidenciais de outubro.

Os que vão defender o fortalecimento da economia brasileira, controle de inflação e, ao mesmo, condições dignas aos assalariados, e os que querem ver de volta as greves infinitas por perdas salariais astronômicas, como foi na época do governo tucano de Fernando Henrique Cardoso.

Dilma surpreendeu a Oposição.

Foi pra cima e mostrou que seu governo é o governo da mudança.

Mudanças que demoram,  evidente, mas que vão no rumo de atender aos interesses da maioria do povo num governo de cunho popular/trabalhista, como é o de Dilma.

Claro, a população será bombardeada até outubro pelo PIG, que fará tudo o que for possível para desgastar o governo e ajudar os tucanos a voltar ao poder central.

Esse é o problema não haver uma rede de TV pública, democrática no Brasil.

Nas TVs só aparecem opiniões contra o governo do PT.

Todos os comentaristas falam contra o governo Dilma e em favor das teses neoliberais, aquelas do governo FHC que jogaram o Brasil no abismo.

E por que?

Porque servem a outra classe social no Brasil.

O que conforta e anima, ainda bem, é que no Brasil o povo não leva a sério o que diz a velha mídia sobre política e candidatos.

Se levasse, Lula nunca teria sido presidente da República e Dilma não teria sido eleita.

Em outubro haverá ratificação desse fenômeno nacional.

Pra variar.


Charge

Publicada no Conversa Afiada, de PHA.

Os tucanos não querem a valorização do Salário Mínimo.

charge aecio



14 imigrantes haitianos presos!
haitianos presos no peru

No Peru.

Em Tumbes, estado peruano que faz fronteira com o Equador.

Motivo da prisão?

Falta do sello (autorização) para entrar no país.

Vou traduzir o que saiu na agência Andina, do país vizinho:

Uma gigantesca operação policial, realizada em parceria com o Ministério Público e a alfândega –  permitiu a captura de 14 cidadãos haitianos ilegais em Tumbes (último estado peruano antes do Equador).

Os estrangeiros foram presos quando efetivos policiais revistavam os veículos do serviço público no complexo aduaneiro de Carpitas (em Tumbes). Ali detectaram que entre os passageiros viajavam cidadãos de nacionalidade haitiana que não tinham autorização para ingressar no país.

Os haitianos detidos disseram que viajavam a  Lima, e de lá seguiriam para a cidade  de Iñapari, zona fronteiriça do Departamento de Madre de Dios com o Brasil (Acre). Os haitianos foram levados à sede da Segurança do Estado, na cidade de Tumbes (mesmo nome do Departamento) e estão à disposição das autoridades para os procedimentos legais.

Os haitianos revelaram que os coiotes peruanos que os ajudam a cruzar a fronteira (quando vem do Equador) de forma ilegal, não controlada pela imigração, cobram até 200 dólares (mais ou menos 450 reais) para levá-los até Lima.

Texto original em Español

(Fonte agência Andina, inclusive foto)

Un gigantesco operativo policial, realizado en coordinación con representantes del Ministerio Público y de Aduanas, permitió la captura de 14 ciudadanos haitianos ilegales en Tumbes.

Los extranjeros fueron detenidos cuando los efectivos policiales revisaban los vehículos de servicio público que circulaban en el complejo aduanero de Carpitas. Allí, detectaron que entre los pasajeros viajaban ciudadanos de nacionalidad haitiana quienes no contaban con el sello de ingreso al país.

Los intervenidos, quienes manifestaron que viajaban hacia Lima para luego dirigirse a a la ciudad de Iñapari, en la zona fronteriza de Madre de Dios con Brasil, fueron llevados hasta la sede de Seguridad del Estado en la ciudad de Tumbes y puestos a disposición de las autoridades correspondientes para las diligencia de ley.

En algunos casos revelaron que los ‘coyotes peruanos’ que los ayudan a cruzar la frontera utilizando pasos no controlados, les cobraban hasta US$200 para traerlos hasta la capital.


Cientista político?

Minha avó também é uma grande cientista política…

Para distrair os netos, ela conta algumas lorotas bem divertidas.

E nem é sobre os imigrantes haitianos…

Como alguns da academia aqui se arriscam a fazê-lo.



Airton Senna

Pela TV Espanhola.

Um bom trailer.

Sem a voz do Galvão Bueno, claro.


Por hoje, FIM