Eleições 2014: Perpétua visita Ceasa e conversa com trabalhadores

Seis em ponto Perpétua entra no pátio da Ceasa e começa a conversar com produtores que atuam na Ceasa da capital. O sábado de manhã ensolarada mostra que a caminhada em busca de uma eleição para o Senado não é fácil.

-Dona Perpétua sempre vem por aqui. Já vi ela mais de uma vez – lembra a vendedora do hortifrúti Sebastiana, que neste fim de semana veio ajudar o marido no centro de abastecimento da prefeitura.

Perpétua gosta de campanha. É paciente e ouve com atenção os que têm alguma coisa a dizer sobre política e os políticos. Boa parte declara apoio de imediato. Outros argumentam e questionam os políticos.

A todos uma resposta comum: ‘vocês me conhecem e sabem do meu compromisso com o Acre e com as causas justas do povo Acre’.  Os eleitores querem saber sobre a disputa.

Perpétua explica que o Acre vai renovar apenas uma vaga para o Senado e que lá vão ficar um senador de situação, Jorge Viana, e outro de Oposição. E que está na hora de equilibrar essa bancada com uma mulher. Uma mulher de luta, claro.

Perpétua ouve das pessoas que os políticos precisam se unir mais. Ela concorda e diz que esse recado tem que ser passado a todos, inclusive para os políticos adversários.

-Eles precisam ajudar mais o governo e atrapalhar menos – cita.

E lembra que enquanto o governador Tião Viana entregava centenas de casas na Cidade do Povo os oposicionistas agiam nos ministérios em Brasília para impedir a continuação das obras do maior projeto habitacional da história do Acre.

A hora passa  rápido na Ceasa. Todos querem falar com Perpétua. Uma foto ali, outra acolá. E o fim de semana da candidata está só começando.

[assessoria]