Hospital Sírio-Libanês forma profissionais de saúde do Acre (quem diria, hein?!)

Mesmo com todos os problemas, saúde no Acre avança – J R Braña B.


Extraído da Ag do Gov:

Especialização e mestrado são oferecidos para servidores da saúde

 

Acre tem os primeiros especialistas em Regulação em Saúde no Sistema Único de Saúde (SUS), Educação na Saúde para Preceptores do SUS e Gestão da Clínica nas Regiões de Saúde. A formatura dos 98 profissionais foi realizada na quarta-feira, 10, em Rio Branco.

Os três cursos de especialização foram promovidos por uma parceria entre o Hospital Sírio-Libanês, o Ministério da Saúde (MS), a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), a Secretaria de Saúde de Rio Branco (Semsa), a Região de Saúde do Baixo Acre e Purus, a Universidade Federal do Acre (Ufac) e a União Educacional do Norte (Uninorte), com o apoio da Fundação Dom Cabral (FDC).

Todos os cursos originam projetos aplicativos de intervenção na realidade, construídos coletivamente e que focalizam problemas ligados à vivência concreta dos participantes.

O curso de especialização “Gestão da Clínica nas Regiões de Saúde” capacita os profissionais em gestão da clínica, permitindo maior compreensão das diferentes modelagens de atenção à saúde e utilização de ferramentas que permitam melhoria na qualidade do serviço e no atendimento às necessidades do paciente, da família e dos grupos populacionais do município.

O curso de “Regulação em Saúde no SUS” possibilita a compreensão da importância da regulação em saúde, para a incorporação e utilização de dispositivos, ferramentas e tecnologias voltados à garantia de acesso e integralidade do cuidado à saúde.

Em “Educação na Saúde para Preceptores do SUS”, os profissionais foram capacitados a orientar as atividades educacionais com graduandos e profissionais técnicos ou em pós-graduação, para o desenvolvimento do perfil necessário a promover a integralidade do cuidado e a igualdade de atenção à população.

Mestrado em 2015

Durante a formatura dos 98 especialistas, um curso de mestrado foi anunciado, com previsão para ser oferecido em 2015, em parceria entre MS, Sesacre e Semsa, por meio Ufac.