Acre de luto por morte de Sansão (‘Depois da idade do besta o homem descontrai’)

Sansão Pereira, o maior artista em pinturas de óleo sobre tela do Acre de todos os tempos morreu na quinta-feira, 11-D, em um hospital do Rio de Janeiro, aos 95 anos.

Seu nome está imortalizado em vários prédios da capital Rio Branco (Catedral, Palácio e Assembleia Legislativa).

Sansão foi embora  do Acre para cursar engenharia elétrica na universidade da Califórnia, onde se formou em 1951.

Numa entrevista concedida à jornalista Adriana Pina há quase uma década, quando foi indagado sobre suas inúmeras pinturas que ilustram as curvas femininas, Sansão diz que mesmo tendo permanecido solteiro, sempre foi um admirador das mulheres e do corpo feminino, e diz que não se casou porque na fase do besta estava ocupado demais com sua carreira e trazendo sua família toda do Acre para o Rio de Janeiro:

-O homem tem a idade do besta que é entre os 20 e 30 anos. Depois que passa dos 30 ele não é mais besta, então não casa mais! Descontrai – Sansão Pereira

sansão 2
Gênesis, pintada por Sansão na Catedral de Rio Branco

sansão 1unnamed