‘Consumidor deve procurar o posto com melhor preço do combustível’ (Só pode ser piada)

Não existe concorrência entre os postos de gasolina/álcool/diesel no Acre.

Os preços são todos iguais.

E no interior são mais altos ainda.

E o presidente do Sindicato dos Postos de Rio Branco vem sugerir que o motorista saia rodando na cidade até encontrar o melhor preço do combustível.

Quá Quá Quá!

J R Braña B.

Release da Fecomércio enviado à imprensa

Fecomércio faz análise de reajuste dos preços

 

(…)

De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis do Estado do Acre (Sindepac), Delano Lima e Silva, o aumento já era esperado, restando aos consumidores pesquisar o posto com melhor preço. “O aumento já era esperado, como sempre aumenta todo ano. Infelizmente, a culpa não é nossa [donos de postos combustíveis] porque o aumento também vem para nós. O que o consumidor pode fazer é procurar aquele lugar onde o preço esteja menor quando comparado aos outros postos e que também tenha um atendimento que melhor lhe agrade”.

O economista da Fecomércio/AC, Roberval Ramirez, afirma que os fatores que levaram a esse crescimento são muitos, mas ainda assim, há como o consumidor final controlar os gastos. “Existem vários fatores que influenciam os reajustes, o primeiro deles é a perda progressiva do valor do nosso dinheiro – o real.  Segundo, os impactos da natureza sofridos pelos fatores de produção do país, que prejudicaram sensivelmente a produção nacional. Quanto ao que os consumidores podem fazer para manter um equilíbrio das dívidas, entendemos que precisa ser criados pelo governo, incentivos à população consumidora. Então os consumidores com dívidas devem manter primeiramente um controle real sobre o que deve e o que ganha, para poder avaliar sobre sua capacidade de realizar, ou não, dívidas novas, de curto ou longo prazos.”

O economista acredita ainda que os próximos anos terão de ser melhor planejados. Acreditamos na necessidade de grandes ajustes na economia, principalmente quanto a melhora do mercado monetários e sistema de arrecadação fiscal, cujo resultado vai influenciar positivamente para os investimentos estruturantes que o país precisa para melhoria do padrão de vida da população.”

Reajuste no Acre

gasolina

No dia 20 de janeiro deste ano, o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis do Acre (Sindepac) Delano Lima, falou sobre uma alternativa do mercado depois do anúncio pela Petrobrás de um possível reajuste nos combustíveis.

Segundo anunciou o Ministro da fazenda Joaquim Levy, também no dia 20, haverá uma elevação do PIS, da Cofins e da Cide sobre os combustíveis. O impacto dos impostos será de R$ 0,22 para a gasolina e de R$ 0,15 para o diesel.

(…)