Fernando Melo, da Seap, explica investimento no mercado do leite em Sena

Em contato com oestadoacre.com neste domingo, o sub-secretário Seap (Secretaria Agropecuária do Acre) informou novos dados do projeto de fortalecimento da cadeira produtiva do leite no município de Sena Madureira.

Segundo Fernando Melo, foram compradas 240 vacas leiteiras no Mato Grosso.

Financiadas por banco públicos, sob orientação das políticas do governo federal.

-São animais com as melhores genéticas para produção de leite. São uma mistura de vacas girolando e holandesa.

E quanto produzem de leite ao dia cada animal?

-Entre 10 a 15 litros (o que daria 3.600 litros/dia vendidos a R$ 2, o que geraria diariamente na economia $ 7,2 mil no mercado de Sena)

As vacas chegaram prenhas?

-Sim. Todas já vieram prenhas e algumas já nasceram bezerros, que custam em média R$ 900 cada. Isso é um estímulo muito forte na economia do município.

As super vacas leiteiras têm custo individual de 3,5 mil, o que representa um investimento de quase 1 milhão de reais (840 mil) na produção de leite se somar o custo das 240 unidades recém transportadas para Sena Madureira do estado do Mato Grosso.

O projeto tem apoio dos governos federal e estadual e da prefeitura de Sena.

É o começo do surgimento de um mercado que estava adormecido.

fernando jacaré
Fernando Melo, Seap