Privatizar trecho da rua pública pode, Detran?

J R Braña B.

Imagem em frente a um  dos prédios onde funciona o Ministério Público do Acre.

Na sede ao lado da única loja da Vivo da capital, e que todo mundo em Rio Branco sabe onde é.

Pelas normas das cidades no Brasil, todo prédio (seja órgão público, privado, empresas etc…)  tem que ter estacionamento interno.

Aqui em Rio Branco é comum até lojinhas privatizarem pedaços de ruas alegando ‘estacionamento para clientes’.

E também órgãos públicos, que deveriam dar o exemplo.

É o caso do MPE ao lado do Vivo, que impede que veículos de cidadãos possam estacionar em via pública porque os carrões de seus integrantes (autoridades, lógico)  ficam parados em estacionamento irregular.

Que o Detran/Ciatran/Guardas/Multeiros de plantão ou o Papa tomem providências nesse e em outros diversos casos de privatização de espaços públicos.

Já não basta os flanelinhas que privatizaram as ruas a pretexto de cobrar dos motoristas quando param seus veículos?

mp
Código de postura das cidades obriga órgãos e empresas terem estacionamento interno na cidade de Rio Branco e no Brasil todo.