Declaração oportunista de Bocalom o diminui como liderança política


J R Braña B. –

 

bocalon1

 

Até mesmo o líder da oposição Tião Bocalom sabe que sua declaração estampada no sítio do ac24horas nesta quinta, não é verdade,

Que os professores (especialmente os professores) têm direito a viver dignamente, com salários decentes, isso todo o mundo florestal do Acre sabe desde sempre.

Eu mesmo acho que professor não pode ter salário inferior a prefeitos, vereadores, secretários, deputados, promotores, médicos, engenheiros, advogados, jogador de futebol, apresentador de tv, etc…

Mas isso é uma doença estrutural que o Brasil carrega desde que as caravelas de Lisboa chegaram à Bahia.

Porém, expressões como puxa-sacos não são condizentes com alguém que sonha ganhar o governo ou a prefeitura da capital em algum dia no Acre.

Menos, Bocalom!

Não repita as sandices e os impropérios verbais do playboy direitista do Leblon, seu guru político Aécio Golpista Neves.

Faça política.

Faça oposição com amplitude e espírito público.

Com sagacidade…

E se fosse você no governo, daria o aumento aos professores, assim, na bucha?

Sem pestanejar?

A vulgaridade no palavreado é para pessoas/políticos mesquinhos e enganadores da boa fé dos outros.

Fazer oposição é ser grande também.

Porém, essa declaração sua o diminui muito como político.

Reflita melhor nas próximas vezes que um gravador de um repórter se apresentar a sua frente.

E viva a luta dos professores!

Tião-Bocalon
Tião Bocalom, arquivo

 

J R Braña B.