Réquiem de Mozart: Escola de Música Acreana no Teatrão

AgGov
Rayele Oliveira

Com 43 integrantes, a Companhia de Coro e Orquestra da Escola de Música Acreana (Coemac) existe há três anos para encantar o público que prestigia a música erudita. No sábado, 29, será apresentado o Requiem de Mozart, no Teatro Plácido de Castro, às 22 horas. A entrada é franca.

Regido pelo maestro Afonso Portela, o concerto, que terá divisão de quatro vozes, solos e quartetos, será apresentado em aproximadamente uma hora e meia. “A companhia é um projeto que deu certo e tem tudo para agradar aqueles que gostam dos instrumentos de orquestra e coral. Estamos contando com aquele teatro lotado”, destaca Afonso.

Ainda segundo o maestro, o réquiem é um tipo de obra fúnebre, feito para quando pessoas famosas morrem. Mozart foi um grande compositor que começou a estudar aos quatro anos de idade influenciado pelo pai. Morreu jovem, com um pouco mais de 30 anos.

musica classica