Sena: ‘Fora da escola não pode!’

Editado By Maria Lúcia
e-mail: [email protected]
twitter: @oestadoacre

sena escola rural

PSM

Sena Madureira inicia discussões para implantar a campanha “Fora da Escola não pode!”

escola sena

A Prefeitura de Sena Madureira, por meio da Secretaria Municipal de Educação e com o apoio de vários parceiros deu início na tarde desta quinta-feira, 14, as discussões em torno da campanha “Fora da Escola não pode” que neste ano será realizada no município. Em 2013, o prefeito Mano Rufino assinou o Termo de adesão ao selo UNICEF, firmando o compromisso de melhorar os indicadores em algumas áreas, incluindo a educação.

A campanha focalizará três pontos essenciais: Distorção idade/série, Evasão escolar e atendimento às crianças com deficiência.

Presente na reuniâo, o prefeito em exercício Hermano Filho (PcdoB) destacou a importância da mobilização. “Para que possamos garantir a cada criança o direito de aprender, é necessário voltar a nossa atenção para os meninos e meninas que estão fora da escola. Por isso, a importância dessa mobilização e mais importante ainda é o trabalho em parceria que será realizado. Desde já, agradecemos a todos que estão dispostos a nos ajudar”, comentou.

A secretária municipal de educação, Wanda Motta, disse que mais importante do que matricular o aluno é a sua permanência durante todo o ano letivo. “O poder público e a sociedade tem esse compromisso de não somente garantir o acesso, mas também a permanência dos alunos em sala de aula. Nesse sentido, contamos com o apoio de muitas pessoas, essa campanha será realizada a muitas mãos, com o apoio do prefeito Mano Rufino e toda a sua equipe”, salientou.

Em Sena Madureira, o piscicólogo Daniel Faustino, que atua no CRAS, é o articulador do selo UNICEF. Segundo ele, a campanha tem tudo pra dar certo, dependendo do esforço de cada um. “No ano 2013, o prefeito Mano Rufino realizou a adesão ao Selo Unicef, com o compromisso de melhorar alguns indicadores. Dentro desse contexto encontra-se essa campanha. Tenho certeza de que cada parceiro se empenhará ao máximo para o sucesso da iniciativa. Ao final, quem sairá ganhando é a educação do nosso município”, pontuou.

Além de secretários municipais, a primeira reunião tratando sobre a campanha “Fora da Escola não pode!” contou, ainda, com a presença de Gestores escolares (Estado e Município), presidentes de Bairros, representantes do Ifac, Conselho Tutelar, Corpo de Bombeiros, ISE, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Creas, Cras, Serviço de Convivência e Fortalecimento de vínculos, associaçoes Favela Viva e Arco-íris, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, dentre outros.