Dom Porquito: economia começa fazer milagre no Alto Acre (v)

 

AgGov

Indústria Dom Porquito muda a realidade do Alto Acre

(…)

Com um investimento total de R$ 70 milhões, o frigorífico de suínos Dom Porquito se destaca não só por seu porte, mas hoje conquista marcas impressionantes mesmo com pouco tempo de funcionamento, já possuindo 290 funcionários diretos e abatendo 200 porcos por dia em média.

(…)

Hoje, a Dom Porquito trabalha exclusivamente com a venda de carcaças inteiras de porcos e uma gama gigantesca de cortes, que saem da indústria sob a marca Mister Pig.

Segundo Paulo Santoyo, diretor-presidente da empresa, este mês começou a produção e comercialização de embutidos, agora sob o nome Sabbor.

“Já estamos atendendo todo o Acre, Rondônia e Amazonas, com foco em Manaus e Roraima. Acreditamos que a partir de maio estaremos habilitados para exportação, com contratos já programados para Bolívia, Venezuela, Cuba, Equador e Hong Kong”, explica Paulo Santoyo.

(…)

Planos ambiciosos

Mesmo com pouco tempo de mercado, a Dom Porquito tem planos sólidos para consolidação. Para dezembro deste ano, a expectativa é de que sejam abatidos 500 animais por dia. Já para dezembro de 2018, o salto é muito maior, com previsão de abater 1.200 e já funcionando em um novo turno de trabalho.

Hoje a produção no campo da região do Alto Acre é capaz de atender a demanda de 500 animais por dia, mas a Dom Porquito precisa expandir esse número.

A empresa já planeja um investimento de R$ 9 milhões, para aumentar a produção de leitões e incorporar 150 produtores nos próximos três anos, com a ajuda do governo do Estado, que vai estimular o pequeno produtor a também entrar no negócio.

Vídeo: duração 2 minutos