Desentendimento põe em risco campanha de Mano em Sena

Um dos vereadores mais votados na eleição passada e o maior defensor da prefeitura na câmara, Adalberto Brito, PSB, disse nesta noite a oestadoacre.com que ou se muda o comando da campanha do prefeito Mano Rufino, que concorre à reeleição, ou ‘a vaca vai para o brejo’.

adalberto brito

Brito, que é candidato novamente à câmara, disse que havia proposto para os partidos da Frente Popular um formato de 03 chapas para vereadores.

-Resolveram, por ciúme do Nilson Areal, que indicou para vice de Mano um nome do PT, fechar em apenas duas chapas. Uma fraca, com apenas um nome (o atual vice Hermano) em condições de se eleger e a outra com os nomes mais fortes. É um erro, pois não elegeremos mais do que seis vereadores. E quem vai perder com isso é o prefeito Mano.

Adalberto Brito pôs mais lenha na fogueira: afirmou que ‘o vice-prefeito de Sena Madureira, Hermano, ajudado por outros – faz o jogo do deputado Nelson Sales, para enfraquecer o Mano’.

O vereador Adalberto mostra em números o exemplo:

-Na eleição passada, Mano obteve 9,5 mil voto, enquanto que o seu exército de candidatos a vereadores conseguiu mais de 11 mil votos. A candidata da oposição, Toinha, obteve 7,5 mil votos e a sua base fraca de candidatos a vereador só alcançou 3,5 mil votos. Mano teve menos votos que os seus vereadores enquanto que a Toinha obteve mais votos que toda a sua chapa de vereadores.

-Já pedi em Rio Branco para que intervenham aqui se não vai ficar difícil. Tão esquecendo que o mais importante é reeleger o prefeito Mano, mas para isso é preciso ter um time unido e forte para a campanha. Do jeito que foi feito podemos nos arrepender – disse Adalberto.

 

J R Braña B.