Kairo, 8-MAR: Acre campeão em assassinatos de mulheres

mulheres feminicídio acre #

oestadoacre publica artigo de Kairo Araújo, neste 8 de Março, que mostra que o Acre não respeita suas mulheres e, ao contrário….

Por Kairo Araújo

faminicídio

O estado do Acre lidera a taxa de feminicídio por 100 mil habitantes no Brasil, isso é ou deveria ser motivo de vergonha e prova irrefutável da falência da educação, no sentido mais amplo dessa palavra, a origem da palavra educado, variação do termo latino “educo”, tem por sentido inferir, extrair ou desenvolver de dentro para fora o sujeito.

A compreensão de uma parcela dos homens acreanos de que as mulheres lhes são propriedade e deve a eles até mesmo a vida, é resultado de uma visão patriarcal que imperou e ainda vigora em nossa sociedade, por isso devemos nos empenhar muito mais em educar nossos filhos, em abolir certos conceitos e cultura que possa privilegiar esse tipo de comportamento, ainda encontramos pessoas que culpam as mulheres por sofrerem com relacionamentos abusivos, violência psicológica, estupros, agressões e morte. Em pleno século XXI.

As mulheres conquistaram e conquistam com muita justiça cada vez mais espaço na sociedade e no mercado de trabalho, os direitos que apesar de ainda não serem plenos e elas não ocuparem os mesmos espaços de poder e representatividade que os homens, vem como uma marcha que jamais regredirá…

….Parte de nossa população deve desfazer-se de visões de mundo que já nasceram ultrapassadas…, a igualdade é uma luta que as mulheres estão fadadas a conquistarem e os criminosos, que cometem feminicídio, que ainda retêm uma visão patriarcal e centrada somente nos direitos dos homens, com total desrespeito a vida das mulheres, estão fadados ao repudio e tolerância zero da sociedade, além de, esperamos, penas cada vez mais duras e severas para esse tipo de crime.

Infográfico G-1 – monitor da violência contra as mulheres

info

(Kairo Araújo, estudante universitário, colaborador de oestadoacre)