MP-905: Deputados retiram mais direitos trabalhistas

mp contrato verde-amarelo #

Contrato verde-amarelo

Argumento para retirar direitos já garantidos dos trabalhadores e mutilar a CLT é que o Brasil vive uma pandemia, mas a MP-905/19 foi editada pelo governo Bolsonaro bem antes do coronavírus, em 2019.

É mais um reforma trabalhista aprovada na câmara.

bolsa família
Plenário da câmara dos deputados (foto: agência câmara – arquivo)

MP 905/19 do contrato verde-amarelo

Votação foi em sessão remota (pela internet)

Na calada da noite, entre a terça e quarta-feiras, a câmara dos deputados, de forma remota, pela internet, aprovou a  MP do contrato verdeamarelo, editada pelo governo Bolsonaro muito antes da pandemia, e que acaba de mutilar em mais 42 artigos e 15 Leis trabalhistas a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

A MP, que ainda precisa ser votada no senado, retira muitos direitos dos trabalhadores, além de privilegiar o negociado (entre patrão-empregado) sobre o legislado (aquilo que já é lei e garante direito ao trabalhador)….traduzindo: impõe acordos coletivos acima de jurisprudência e súmulas do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Em tempo: ninguém viu a votação…estava todo mundo vendo e entretido com o Big Brother.

Em tempo 2: e vocês viram que o JN deu o maior destaque dizendo que a MP-905 foi aprovada para gerar empregos…como sempre a Globo engabelando os incautos…critica o Bolsonaro, seu comportamento, mas apóia suas medidas antissociais.

J R Braña B.