PT em nota: Nem Socorro nem Bocalom

ptnota

voto útil
Bocalom e Socorro Neri

PT pode aumentar ainda mais seu isolamento político (do eleitor) com consequências para 2022. Indicar o voto numa das alternativas (Socorro-Bocalom) não necessariamente precisaria se comprometer com apoio futuro ao prefeito(a). O gesto petista deveria mirar a população (eleitor) e não os partidos/figuras que estão na disputa.

O PT (4% dos votos na capital) deve saber o que está fazendo – J R Braña B.

Nota do PT

A Direção do Partido dos Trabalhadores de Rio Branco-AC vem a público agradecer a todos que nos ajudaram nessas eleições, confiando seus votos aos nossos candidatos.

Agradecemos ao nosso candidato a prefeito, Daniel Zen, ao candidato a vice-prefeito, Cláudio Ezequiel e aos nossos candidatos e candidatas a vereador e vereadora, por todo o esforço empenhado nessas eleições. Daniel Zen e Cláudio Ezequiel honraram nossa história e levaram às ruas um projeto de responsabilidade para com nossa cidade e para com as pessoas que nela moram.

O Brasil vive, atualmente, o drama do desgoverno de Bolsonaro. E, no Acre, não é diferente com o governo Gladson Cameli. Nosso compromisso é de seguir na luta pela construção de um Acre e um Brasil melhor para todos. Foi isso que defendemos para Rio Branco nessa campanha eleitoral.

Nesse sentido, a orientação da Direção Municipal do Partido dos Trabalhadores em Rio Branco, Acre, é a de que, nesse segundo turno, cada um de seus filiados e militantes exerça o seu direito de voto conforme suas consciências e convicções pessoais.

Direção Municipal do PT de Rio Branco

PS: Partido político existe para apontar rumos

PS 2: Bocalom ou Socorro? Vácuo de liderança de esquerda no Acre

PS 3: Nota do PCdoB: Não apóia Bocalom nem apóia Socorro