Acre não tem seringa suficiente para vacinar grupos prioritários

seringas

Acre é o único no Norte com número de seringas e agulhas insuficientes para vacinar grupos prioritários, conforme documento do Ministério da Saúde informado ao STF.

seringas

do Jota

(…)

O Ministério da Saúde informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) números divergentes de seringas e agulhas para vacinação contra a Covid-19. Num documento datado de 8 de janeiro, a pasta estima que há nos estados — excluindo São Paulo —  mais de 52 milhões de seringas e agulhas aptas para a vacinação. Em outro, com data de 7 de janeiro, afirma que são 80 milhões de insumos nos estados.

Em sete estados, segundo a pasta, ainda não há estoque suficiente para as pessoas que receberiam as primeiras doses: as de mais de 75 anos, a população indígena e de comunidades ribeirinhas, trabalhadores de saúde. Para os grupos prioritários, a pasta estima que são necessárias 30 milhões de doses para o esquema vacinal completo de duas etapas.

De acordo com o Ministério, os estados nesta situação são: Acre, Bahia, Espirito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco e Santa Catarina.

(…)

Números informados pelo Acre

Total de seringas/agulhas informadas: 122.000
Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 244
População indígena vivendo em terras indígenas: 12.417
Trabalhadores de saúde: 16.864
Pessoas com 80 anos ou mais: 9.216
Povos e Comunidades tradicionais ribeirinhas:20.583
Pessoas de 75 a 79 anos: 8.499
Número de doses de vacina para esquema completo: 135.646