‘Não posso de te dar o peixe, Simplício…’ (segue diálogo)